O Batman existe há 80 anos. Nesse período, ele salvou cidades, derrotou o Superman, foi derrotado, melhorou e fez o Coringa rir.

Embora uma longa vida super-heroica deva conter alguns arrependimentos, há algumas histórias que todo mundo quer esquecer – especialmente para quem quer ganhar dinheiro com o Cavaleiro das Trevas.

A maioria são os erros e absurdos. Algumas aparecem como rascunhos de idéias e personagens que escritores e artistas mais tarde esqueceram. Aqui estão dez histórias do Batman que são inexplicáveis e a DC não quer que você leia.


A Mulher-Gato peluda

Quando Selina Kyle apareceu pela primeira vez como “a Gata” em Batman #1, de 1940, não era muito parecida com a Mulher-Gato que conhecemos, mas tinha alguns traços familiares.

Ela era ladra de jóias e de gatos, e se vestia como uma felina. Kyle vestia um vestido noturno e sapatos de salto altos e usava uma máscara peluda de gato. Felizmente, a personagem foi reformulada muitos anos depois.

O primeiro casamento entre Bruce Wayne e Selina Kyle

Bruce Wayne e Selina Kyle vivem se amando e se odiando. Mesmo assim, é um grande romance. Mas começou de um jeito muito estranho.

Para ser justo, era o universo alternativo do Batman. Aconteceu na Terra-2. Em 1976, Batman e Mulher-Gato se casaram e, naquela mesma edição, Selina morreu. A tragédia inspirou a filha do casal a virar a Caçadora.

Batman também se casou com Kathy Kane, Lois Lane, Talia Al Ghul e… com a filha do Superman, Lana? Ninguém consegue parar o Cavaleiro das Trevas.

Charada louco de droga

Nos últimos anos, o Charada se tornou uma ameaça mais séria para o Cavaleiro das Trevas. Ele arquitetou um plano maluco com os principais vilões de Gotham em Batman: Silêncio, assumiu o controle da cidade em Ano Zero e geralmente parou de brincar. Então, aqui está uma história que o impedirá de levar Edward Nygma a sério.

Nas profundezas da Era de Prata (Batman #171), Charada apareceu e era subitamente imparável. Sua roupa era eletrificada, então ninguém podia tocá-lo. Parecia invencível!

Descobriu-se que o motivo de sua “invulnerabilidade” era uma droga local. O escritor Gardner Fox, de alguma forma, acreditava que um homem louco de drogas não podia ser nocauteado. Ou perder dentes, presumivelmente.

Batman, Superman e Homem-Aranha contra um mago

Batman, Homem-Aranha e Superman certa vez serviram como equipe de suporte para um mago chamado Nadraj. Embora esta história estranha tenha apenas 30 páginas, muita coisa acontece.

O trio de heróis é impotente contra Shakoora, um mágico do espaço sideral. Superman joga um cara em um vulcão. Os heróis tentam escapar de um incêndio em um pequeno trem.

Os heróis se unem para matar o capitão Lou Albano. Foi tudo uma grande violação de direitos autorais, mas mostra como as histórias em quadrinhos podem ser uma mídia absolutamente bisonha.

Bat-Mirim e Mxyzptlk destroem universos

Bat-Mirim é um personagem pouco conhecido por quem não lê histórias da DC. Foi basicamente esquecido nos últimos anos, mas o que se precisa saber é que é um grande fã do Batman. Ele é essencialmente o Mxyzptlk do Batman, então é lógico que estes dois anões perversos se encontraram antes.

Em Superman e Batman: Os Piores do Mundo, de 2000, estas duras pequenas criaturas quase destruíram o universo.

Enquanto Mxyzptlk odeia o Superman, Bat-Mirim adora o Batman. Os dois têm uma intensa discussão sobre quem é melhor, como acontece com os internautas por aí, e sozinhos destroem a continuidade de O Reino do Amanhã, o mundo de O Cavaleiro das Trevas de Frank Miller e o universo de animações da DC. Como isto pode ser cânone?

Imperador Coringa

O Batman Que Ri, mistura entre Batman e Coringa, atualmente atormenta o multiverso da DC. Mas e naquela época em que o Coringa era um deus do mal?

Mostrando o quanto o Universo DC pode ser pouco realista, Imperador Coringa é uma história sobre o Palhaço do Crime roubando os poderes de Mxyzptlk e transformando a realidade em um pesadelo. Ele passa seus dias comendo a população da China, transformando pessoas em animais e assassinando repetidamente Batman e Lex Luthor.

Superman o derrota, mas já era tarde demais. Ele até consegue recuperar o Batman, mas este ficou para sempre traumatizado por ter sido morto e revivido tantas vezes. Foi numa Terra alternativa, é claro.

“Chuva” de terror do Coringa

Atualmente existe esse conceito de que o Coringa pode ser múltiplas pessoas. Mas e naquela época em que o Palhaço do Crime brincou com o mundo e adicionou um pouquinho de si à população?

Em Última Risada, de 2001, o Coringa é diagnosticado com câncer no cérebro e responde tentando transformar o mundo em si mesmo. Ele começa transformando seus companheiros do Asilo Arkham em Coringas, depois termina criando “tempestades de palhaços” que infectam milhões com sua insanidade inexplicável.

Foi durante a era do Presidente Luthor, então heróis e vilões acabam declarando guerra aos vários Coringas. Apesar de esquisita, esta história da DC serviu de inspiração para outras ideias que viriam depois.

O Batman do arco-íris

Em 1958, Bill Finger teletransportou o Cavaleiro das Trevas para um planeta distante, onde um cientista em uma fantasia colorida de Batman o cumprimentou. O cientista foi inspirado pelas façanhas de Bruce para se tornar o Batman do seu mundo, e pede ao Batman original que ajude a derrotar invasores alienígenas.

Zur-En-Arrh acaba por ser o equivalente do Batman, enquanto Bruce Wayne vira uma espécie de Superman em contato com o sol deste planeta.

Existe um mundo que transforma humanos em kryptonianos? Como Lex Luthor ia reagir a algo assim? Ainda bem que foi esquecido!

Batman, Superman e os suicídios de vermes alienígenas

Em 1983, no gibi conhecido como O Modo de Morrer dos Kryll, Batman e Superman estavam deprimidos, participando de uma espécie de sessão de terapia com outros homens na Fortaleza da Solidão.

A sessão é interrompida por um dos meteoros que o Superman intercepta periodicamente, e quando ele o leva para casa para um estudo mais aprofundado, os misteriosos vermes que estavam a bordo começam a drenar a aura dos super-heróis.

Mais tarde, Batman e Superman descobrem que aqueles vermes alienígenas precisam de energia humana para… morrer. Percebendo que eram inofensivos, os dois super-heróis deixam que suas energias sejam consumidas para que os vermes possam se suicidar em paz. Isso foi bom? O que acabou de acontecer?

Batman atormenta um órfão

O Cavaleiro das Trevas, de Frank Miller, mudou a imagem do Batman para sempre. Sua sequência, Batman – O Cavaleiro das Trevas 2, foi tão ruim que fez todo mundo questionar se o original só não era uma paródia estranha que deu certo. Então Grandes Astros: Batman e Robin chegou e… fez os fãs desistirem.

Esta história exagerada apresenta muitas ações questionáveis por parte do Batman. Ele põe fogo em bandidos, atropela carros da polícia e se pinta de amarelo para sequestrar Hal Jordan. Mas a maneira como ele trata o jovem Dick Grayson é a pior.

Ele sequestra o órfão do local do assassinato público de seus pais, grita palavras humilhantes, mata pessoas à sua frente e o tranca na Batcaverna, dizendo-lhe para sobreviver comendo ratos. O que será que se passou na cabeça de Frank Miller?

Você viu que a DC anunciou sua série mais BIZARRA até agora? Esses 8 heróis da DC tem os mesmos poderes que heróis da Marvel! Saiba quais heróis da Marvel o Asa Noturna derrota ou não! O Batman de Titãs finalmente chegou… E os fãs odiaram! Mas o herói já esteve em outras séries… Confira as melhores! Veja como Brooklyn Nine-Nine foi oficializado no universo da DC graças ao Batman, a teoria de que Aqualad estará morto em Titãs e muito mais no Observatório de Séries.