Estes filmes são apenas para quem tem o estômago forte! Seja em importantes obras de terror ou comédias bizarras, a Netflix conta com vários filmes melhor descritos por um simples adjetivo: nojentos.

Algumas das produções da companhia e de outras obras disponibilizadas em seu catálogo trazem exemplos das cenas mais nojentas e violentas da história do cinema, que chegaram a fazer fãs passarem mal.

Prepare um balde para vomitar e confira abaixo os filmes da Netflix com as cenas mais nojentas e violentas!


Apóstolo

Apóstolo é um filme longo, denso e pesado, porém uma ótima sugestão para fãs mais exigentes de terror. O longa conta a história de um homem tentando resgatar sua irmã de uma seita sinistra em uma ilha isolada. O filme é um dos mais sangrentos da Netflix, e conta com excelentes performances de Dan Stevens e Michael Sheen, além de rituais bizarros e personagens extremamente cruéis. A direção de arte também merece elogios, já que Apóstolo consegue transportar o espectador de maneira incrível para o início do século XX.

Headshot

Headshot é um criativo filme de ação indonésio, com uma boa dose de sangue e violência. O longa conta a história de um homem que acorda em um hospital sem suas memórias. Junto com uma médica, ele tenta encontrar respostas sobre seu passado, em uma jornada de violência, tortura e reviravoltas.

Aftershock

Produzido e estrelado por Eli Roth, Aftershock é ambientado no Chile. O filme acompanha um grupo de turistas em uma danceteria atingida por um terremoto. Além de escaparem dos escombros, os personagens também são obrigados a enfrentar algo bem pior que espera na superfície.

Rastro de Maldade

Protagonizado por Kurt Russell, Rastro de Maldade é um faroeste extremamente violento. O filme não economiza em sangue e sequências bizarras, e também conta com um enredo interessante. As cenas mais violentas envolvem um ritual macabro de uma tribo indígena.

Romina

Romina é um filme argentino no estilo de Doce Vingança. O longa conta a história de uma jovem em busca de vingança após ser atacada por um grupo de homens. O filme foi bastante criticado por seu enredo desconexo, mas apresenta interessantes cenas de assassinato.

What the Waters Left Behind

Outro filme de terror argentino, What the Waters Left Behind é uma reimaginação criativa de uma história clichê. O filme acompanha a trama de documentaristas que viajam a uma cidade isolada que sofreu uma inundação anos antes. A cidade, que deveria estar deserta, se torna o cenário de um verdadeiro banho de sangue, desmembramentos e assassinatos criativos.

Grave

Na época de sua exibição em cinemas franceses, Grave fez pessoas passarem mal e abandonarem sessões. Grave é uma reflexão violenta e impactante sobre o poder destrutivo e potencial para violência dos seres humanos. O filme conta a história de Justine, uma jovem tímida e vegetariana, obrigada a comer carne animal (crua) pela primeira vez em um trote de sua faculdade de veterinária. Após a experiência traumática, a protagonista passa por mudanças extremas em uma história de violência explícita e impactantes cenas sangrentas.