Cinema é um negócio caro e Hollywood é um lugar em que o risco nem sempre compensa. Muitos filmes que têm um alto custo de produção acabam não correspondendo em bilheteria, trazendo um prejuízo enorme para os estúdios.

Para cada sucesso da Marvel, também há um fracasso estrondoso que chega aos cinemas.

Até mesmo franquias bem-sucedidas financeiramente, como a Marvel e a DC, não conseguem escapar eventuais derrotas na bilheteria, o que mostra como o público não está aceitando qualquer coisa que chega aos cinemas.


Por isso, o Looper listou os maiores fracassos de bilheteria desta década – e sim, eles incluem filmes da Marvel e da DC também. Confira abaixo.

47 Ronins

47 Ronins (2013) tinha tudo para dar certo. Protagonizado por Keanu Reeves e dirigido por Carl Rinsch, o longa é uma adaptação de um evento histórico em que 47 samurais saem em uma jornada para vingar a morte de seu mestre, Asano Naganori.

Porém, nem mesmo o carisma de Keanu Reeves conseguiu salvar o filme. A ideia de inserir elementos fantásticos na história não deu certo e o filme fracassou tanto nos EUA quanto no Japão, lucrando US$ 151, 8 milhões mundialmente. No fim, o longa acabou dando um prejuízo de US$ 175 milhões para a Universal.

O Bom Gigante Amigo

O Bom Gigante Amigo (2016) foi um fracasso totalmente inesperado da Disney. Dirigido por Steven Spielberg, o longa é uma adaptação do livro de mesmo nome escrito por Roald Dahl, que escreveu histórias como Matilda e Charlie e a Fábrica de Chocolate.

Apesar de O Bom Gigante Amigo ser bem divertido, o filme não conseguiu atrair muita gente ao cinema. No fim, ele lucrou apenas US$ 183,3 milhões mundialmente, pagando por pouco o custo de produção de US$ 140 milhões, o que é uma marca bem negativa tanto para a Disney quanto para Spielberg, que são gigantes do cinema.

Ben-Hur

Inspirado no clássico de 1959, Ben-Hur (2016) foi um grande fracasso tanto de crítica quanto de bilheteria. Considerado pouco original e desinteressante, o filme lucrou míseros US$ 94 milhões mundialmente, ficando bem abaixo dos US$ 250 milhões esperados.

Monster Trucks

Monster Trucks (2016) é uma péssima ideia do começo ao fim. O filme conta a história de um homem que vira amigo de um monstrinho que se abriga em sua caminhonete, combinando alguns clichês já conhecidos do cinema.

Com problemas de produção, Monster Trucks foi adiado diversas vezes e acabou lucrando apenas US$ 64,5 milhões mundialmente, o que causou uma grande perda de dinheiro para a Paramount.

Cowboys & Aliens

Cowboys & Aliens (2011) é um filme que de fato abraça a sua premissa ridícula, mas nem mesmo a presença de astros como Daniel Craig e Harrison Ford conseguiu salvar o longa financeiramente.

O público não comprou a brincadeira e Cowboys e Aliens lucrou apenas US$ 174, 8 milhões, pagando por pouco o seu custo de produção de US$ 163 milhões.

Hacker

Chris Hemsworth? Espionagem? Tudo isso em um filme para ser bem atrativo, certo? Bom, Hacker (2015) provou o contrário.

O longa que prometia uma trama envolvente de espionagem protagonizada pelo astro de Thor acabou fracassando miseravelmente, lucrando apenas US$ 19,7 milhões de bilheteria que ficaram longe de pagar os US$ 70 milhões gastos para fazer o filme.

Quarteto Fantástico

Como é possível que Hollywood estrague personagens tão amados da Marvel em três tentativas? O primeiro Quarteto Fantástico foi horrível, assim como o segundo, mas o reboot feito em 2015 conseguiu ser ainda pior.

Quarteto Fantástico fez a Fox perder US$ 100 milhões, já que o longa lucrou apenas US$ 168 milhões mundialmente. Agora que esses personagens estão de volta a Marvel, um novo filme dentro do MCU deve surgir em breve. Tomara que acertem desta vez.

Ender’s Game – O Jogo do Exterminador

Ender’s Game – O Jogo do Exterminador (2013) foi um fracasso inexplicável. Baseado no amado livro de 1985 escrito por Orson Scott Card, a ficção científica simplesmente não conseguiu empolgar – apesar das críticas positivas. No fim, o filme pagou por pouco o seu custo de US$ 110 milhões, lucrando US$ 125 milhões mundialmente.

Tempestade: Planeta em Fúria

Tempestade: Planeta em Fúria (2017) era um filme ambicioso, com grandes efeitos especiais e cenas grandiosas, mas nada conseguiu salvar a história chata, que foi massacrada pela crítica. Com os US$ 221,6 milhões conquistados em bilheteria, o longa prejudicou os cofres da Warner Bros. em US$ 71,6 milhões.

O Bom Dinossauro

Existe fracasso na Pixar? Sim. O Bom Dinossauro (2015) é um grande exemplo disso.

Apesar de ter sido bem aceito pela crítica, O Bom Dinossauro acabou lucrando míseros US$ 332,2 milhões, que não pagaram os US$ 350 milhões gastos para produzir o filme. O fracasso provavelmente se dá por conta do lançamento próximo de Divertidamente (2015), também da Pixar, que chamou muito mais a atenção.

Liga da Justiça

Os fracassos constantes da DC acabaram minando o sucesso de Liga da Justiça (2017) que não conseguiu empolgar nem com a presença dos maiores heróis de todos os tempos.

O filme não apanhou tanto da crítica quanto Batman versus Superman, mas passou de longe de empolgar, lucrando apenas US$ 657 milhões e ficando bem longe dos US$ 750 milhões que a Warner e a DC esperavam.