Atenção! Contém spoilers da 10ª temporada de The Walking Dead

Daryl é um dos personagens mais populares de The Walking Dead, passando rapidamente de coadjuvante para um dos protagonistas da série.

O sobrevivente vivido por Norman Reedus, no entanto, nunca se envolveu em relacionamentos românticos durante a trama de The Walking Dead. Mesmo em um apocalipse zumbi, outros personagens conseguiram encontrar de amores a flertes. Por que não Daryl?


O site Cinema Blend analisou o motivo da inexistência de uma vida amorosa para Daryl; confira abaixo!

Lobo solitário

Em “Bonds”, o episódio mais recente de The Walking Dead, uma das tramas principais envolveu o cuidado de Daryl com a saúde mental de Carol, que corre perigo de se desestabilizar.

Durante uma conversa com a amiga, Dayl fala sobre seus supostos sentimentos por Connie. Infelizmente, o sobrevivente nega se interessar romanticamente pela personagem, e descreve seu relacionamento com ela como “nada mais que uma amizade platônica”.

Por muito tempo, os fãs de The Walking Dead se perguntam por que Daryl nunca se interessou por ninguém. Alguns, acham que o personagem é gay. Outros, que ele é assexual. Uma outra parcela acredita que Daryl não dá importância para relacionamentos pois tem coisas mais importantes para se preocupar (como uma horda de zumbis).

Confiança e insegurança

Angela Kang, a atual showrunner de The Walking Dead, já refletiu algumas vezes sobre a maneira como Daryl lida com a vida e com os relacionamentos interpessoais.

“O Daryl é um personagem interessante que, de várias formas, não confia muito em ninguém, especialmente em relacionamentos românticos. Isso vem da história e do passado dele, que são repletos de traumas. Ele era abusado fisicamente, e também de outras forma. Existe uma certa sensibilidade nele”, disse a showrunner.

A produtora também comentou que um cenário como o de The Walking Dead não é o melhor para Daryl desenvolver relacionamentos românticos.

“Acho que muita gente hoje em dia pensa assim: ‘Oh, eu posso me divertir, posso fazer sexo com qualquer um e isso não precisa significar nada’. O Daryl simplesmente não é assim, e eu já discuti muito esse tema com o Norman (Reedus)”, explicou Kang.

Nem aí

O consenso é que Daryl não consegue baixar a guarda para se interessar genuinamente por outros personagens, e dessa forma, desenvolver conexões românticas.

Mesmo assim, o personagem não parece exatamente sofrer com a falta de uma parceira (ou parceiro). Muito pelo contrário, Daryl basicamente não se importa com relações românticas, elas parecem não fazer falta para eles.

Possibilidades

Durante as 10 temporadas de The Walking Dead, fãs já “shipparam” Daryl com várias personagens diferentes.

De Beth a Connie, basicamente qualquer mulher que se aproximava de Daryl era vista como possível pretendente do personagem. Entre todas elas, Carol foi a que ganhou mais apoio e torcida dos fãs.

Segundo Kang, Carol realmente ama Daryl, mas em uma perspectiva diferente da defendida pelos fãs.

“A Carol se importa profundamente com o Daryl, e pessoas podem ver esse relacionamento como quiserem. Mas eles realmente são melhores amigos, e Carol está em um momento de busca incessante por vingança”, contou Kang.

Realmente, Carol está em um momento difícil, e namorar com certeza nem passa por sua cabeça.

The Walking Dead exibe sua 10ª temporada atualmente.