Embora o Batman seja um membro proeminente da Liga da Justiça, toda a equipe de super-heróis tem mais do que algumas razões pelas quais eles simplesmente não suportam estar perto do Homem-Morcego.

Por motivos pessoais, o Cavaleiro das Trevas se recusa a ser alguém que interage bem em equipe e só quer trabalhar sozinho durante uma missão especial.

Aqui estão alguns motivos pelos quais os membros da Liga da Justiça detestam trabalhar com o Batman.


Está sempre espionando

Batman simplesmente não confia nos outros super-heróis da Liga da Justiça. Em Torre de Babel, a equipe descobre que ele secretamente vigiou seus colegas e fez anotações extensas sobre cada movimento deles.

Batman guardava toneladas de registros ocultos sobre a força e a fraqueza de seus aliados super-poderosos. Tudo foi revelado quando seus dados foram roubados por Ra’s al Ghul.

Põe crianças em perigo

Em Grandes Astros: Batman e Robin, a Liga da Justiça expressa suas preocupações com Batman e suas ações violentas.

Até o Superman desaprovou a decisão do Homem-Morcego de treinar um jovem para ser seu companheiro de batalha. Se Batman vive perigosamente, o Robin também está em perigo. E Dick Grayson não foi o único deles!

Mantém seu verdadeiro nome em segredo

Na revista anual da Mulher-Maravilha durante Os Novos 52, Batman e Superman se unem para descobrir mais sobre a super-heroína. Como a Mulher-Maravilha não gosta de ser espionada, ela ordena que ambos coloquem suas mãos no laço da verdade, que faz

Superman revelar ambos os seus verdadeiros nomes, Clark Kent e Kal-El. Batman, por outro lado, diz apenas que “Batman” é seu nome real.

Sempre precisa ganhar

Em Terra de Ninguém, um evento catastrófico acontece em Gotham, transformando a cidade num caos maior do que já é. Superman oferece ajuda, mas arrogante, Batman decide não aceitar, pois acredita que é o único responsável pelos cidadãos inocentes de sua cidade.

Desesperado por uma vitória, Batman até se alia ao maior inimigo do Superman, Lex Luthor.

Conhecido por lutar sujo

Batman gosta de lutar sujo, especialmente quando conhece a fraqueza de seu oponente. Em O Cavaleiro das Trevas, sabendo que o Superman não pode com a kryptonita, Batman manipula a pedra de todas as maneiras possíveis para atacá-lo.

Ele até convocou seu amigo, Arqueiro Verde, para ajudá-lo lançando uma flecha de kryptonita para enfraquecer Superman.

É possessivo e arrogante

Durante Os Novos 52, o Lanterna Verde aprendeu do jeito difícil como Batman é arrogante. Cumprindo missão, Hal Jordan visita Batman em Gotham, mas o Homem-Morcego não quer saber de sua ajuda.

Ele até debocha dos poderes de Jordan. Após dar um soco no “colega” da Liga da Justiça, Batman ordena que Lanterna Verde nunca mais apareça em Gotham. É claro que Jordan teria sido capaz de esmagar Batman, mas felizmente se controlou.

Tem versões vilanescas

Em Noites de Trevas: Metal, Batman faz uma série de investigações sobre o multiverso e descobre uma coisa chocante: há várias versões malignas dele mesmo em outros mundos.

Para alguém que defende Gotham e o mundo com seus modos de vigilante, Batman admite que até mesmo ele pode ir longe demais.

É um pai terrível

Em Grandes Astros: Batman e Robin, o Cavaleiro das Trevas mostrou como foi cruel com Dick Grayson. Durante a sessão de treinamento, Bruce deixa Dick sozinho e com medo no meio da Batcaverna.

Para sobreviver, Robin teve que comer ratos e se alimentar de morcegos. Também nunca foi exemplar com Damian Wayne, seu próprio filho.

Mantém muitos segredos

Ao longo do Renascimento, Batman e Flash trabalharam muitas vezes juntos como detetives. Flash é bem aberto com sua vida pessoal, mas o Batman não compartilha muito sobre si mesmo.

Ele até escondeu segredos essenciais do companheiro durante a investigação, azedando totalmente sua relação com Flash, que sempre teve imensa admiração por ele.

Só ajuda quando quer

Batman raramente ajuda de bom grado. Certa vez, procurado pelo Besouro Azul num momento desesperador, Batman se recusou até mesmo a ajudá-lo com dinheiro, que tem de sobra por ser bilionário.

Batman não é preguiçoso, mas certamente só ajuda até mesmo seus maiores amigos quando quer.