Visto como uma estrela promissora nos anos 2000, Jaden Smith deu uma sumida dos cinemas nos últimos anos. Focando em outras partes de sua carreira, o filho de Will Smith já pode ser considerado um ex-astro de Hollywood.

Mas isso não significa que Jaden Smith está sem fazer nada. Muito pelo contrário, o artista conta com vários empreendimentos importantes no mundo da música, negócios e entretenimento.

Confira abaixo por que Jaden Smith não participa mais de grandes filmes de Hollywood!


Depois da Terra

Depois da Terra aparentemente desiludiu Jaden Smith da vida em Hollywood. O que foi pensado como um épico de ficção científica, acabou se tornando uma bomba crítica e financeira. Dirigido por M. Night Shyamalan e protagonizado por Jaden e Will Smith, Depois da Terra custou 130 milhões de dólares e faturou apenas 60 milhões nos Estados Unidos. O filme conta ate hoje com os vergonhosos 11% de aprovação no Rotten Tomatoes.

Sabotagem

Em 2014, diversos e-mail dos executivos mais famosos de Hollywood vazaram. Embora as manchetes da época tenham focado nas correspondências sobre Angelina Jolie e Leonardo DiCaprio, os filhos de Will Smith também foram citados. Em um e-mail do executivo Tom Rothman para a então chefe da Sony Amy Pascal, a mensagem pede que Jaden e sua irmã Willow não fossem escalados em filmes da companhia.

Filosofia

Quem segue Jaden Smith no Twitter sabe que o filho de Will Smith tem várias ideias filosóficas no mínimo diferentes. O artista adora refletir sobre temas como o sentido da vida, a maneira como nos comportamos em sociedade e diversos outros temas, dos mais banais aos mais profundos. Em entrevista ao cantor Pharrell, Smith afirmou que “o tempo não existe”. As ideias de Jaden foram vistas como “estranhas” e “contraditórias” por membros do alto escalão de Hollywood.

Mudanças

Recentemente, Jaden Smith se mudou de Hollywood, preferindo se afastar da indústria do entretenimento. O ator afirmou que a cidade “não apoia a juventude e a criatividade dos jovens”. Smith agora mora em uma mansão avaliada em 4 milhões de dólares em um condomínio fechado de Hidden Hills, Califórnia.

The Get Down

Jaden Smith também participou de The Get Down, série da Netflix produzida por Baz Luhrmann. A produção foi uma das mais caras da história da plataforma, custando cerca de 16 milhões de dólares por episódio. Infelizmente, a série não conseguiu alcançar uma parcela significativa do público, e acabou sendo cancelada após apenas uma temporada.

Anime

Jaden Smith lançou em 2017 um novo projeto na Netflix, desta vez um anime. Em Neo Tokyo, o ator dá voz ao protagoniza Kaz Vaan, um aristocrata que passa suas noites caçando demônios na Nova York de uma realidade alternativa. Produzido com Ezra Koenig, da banda Vampire Weekend, o projeto foi detonado por críticos e cancelado logo após a exibição de seus primeiros episódios.

Carreira musical

Em novembro de 2017, Jaden Smith lançou o álbum “SYRE – A Beautiful Confusion”. O disco foi bem recebido por boa parte dos críticos, embora tenha desagradado muita gente envolvida no mundo do entretenimento por letras que criticavam duramente a vida em Hollywood. Os críticos que não gostaram do álbum, o detonaram de todas as maneiras imagináveis.

Empreendimento

Além de atuar e cantar, Jaden Smith é um verdadeiro empreendedor do meio ambiente. Em 2015, ele e Will Smith criaram a empresa Just Water, que produz garrafas d’água com material reciclado, visando diminuir o impacto do plástico na natureza. Em 2019, a empresa atingiu valor de mercado de 100 milhões de dólares. Outro projeto de Jaden Smith é o 501Three, um programa que visa purificar água imprópria e ajudar moradores de áreas sem água filtrada e tratamento de esgoto.