Lady Gaga é com certeza uma artista completa. Cantora, compositora, atriz e produtora, a novaiorquina é uma das figuras mais influentes da atualidade.

Nos últimos anos, Gaga conquistou até as premiações mais importantes do mundo do cinema, especialmente no sucesso Nasce Uma Estrela.

Em uma carreira extensa e bem sucedida como a da artista, é inevitável que mentiras e boatos sem pé nem cabeça sejam inventados. E se uma celebridade sofreu com as “fake news”, essa famosa foi Lady Gaga.


Confira abaixo os boatos mais bizarros que já foram contados sobre Lady Gaga!

Satanismo Subliminar

É difícil encontrar uma celebridade do alto escalão que nunca tenha sido acusada de “satanismo”. Para algumas correntes cristãs, aparentemente qualquer tipo de sucesso “mundano” vem diretamente do Capeta. E Lady Gaga, com seu visual ousado e mensagens progressistas, foi vítima das mais bizarras acusações.

Várias das músicas de Gaga, como Alejandro, Judas e Paparazzi, foram vistas por “especialistas cristãs” como mensagens satânicas subliminares. Tanto a letra quanto a iconografia dos clipes foram apontadas como armas infernais para a sedução da mente dos jovens.

Uma Igreja Batista dos Estados Unidos, particularmente conhecida por suas declarações insanas, chegou a afirmar que Gaga era a “Prostituta de Babilônia”, uma entidade ligada ao Apocalipse.

O Gênero de Gaga

No início da carreira de Lady Gaga, talvez devido a seu visual um tanto quanto andrógino, inúmeros boatos davam conta do gênero da cantora. Algumas publicações afirmavam que Gaga era uma mulher trans, porém o rumor mais disseminado dizia que Gaga era hermafrodita.

Hermafroditas são pessoas com genitália ambígua ou pertencente aos gêneros masculinos e femininos. O boato começou a ser divulgado em 2009, após um fã postar no YouTube um vídeo com um “volume suspeito” na saia da cantora. Depois, um blog satírico publicou uma suposta nota oficial da cantora, afirmando que o boato era verdadeiro.

Muitos sites, principalmente de fora dos Estados Unidos, não enxergaram o teor cômico da publicação original e disseminaram a informação como se fosse verdade. Em 2010, a equipe de Lady Gaga desmentiu oficialmente o rumor, chamando a história de “ridícula”. A cantora adotou também o alter ego masculino “Joe Calderone” durante a era Born This Way.

Performance no Espaço

Essa mentira começou por uma declaração da própria Gaga. Em 2013, Gaga confirmou em uma entrevista à US Weekly que faria uma performance especial NO ESPAÇO em 2015. A cantora seria a primeira celebridade a se apresentar além da órbita da Terra.

A performance aconteceria no festival Zero G Colony, realizado no Novo México.

“Eu não comprei um ingresso para essa viagem. Não, eles comparam para mim. Eu estou indo lá para cantar. Serei a primeira artista a gravar uma música no espaço”, contou Gaga.

2015 terminou e nada de Lady Gaga cantar no espaço. No entanto, é fácil entender porque o grande evento não aconteceu. A empresa SpaceShipTwo cancelou todas as viagens ao espaço após um piloto morrer em um voo de teste.

Iluminatti

Beyoncé, Jay-Z, Rainha Elizabeth, Hillary Clinton, Kanye West, Lady Gaga… O que essas celebridades têm em comum? Todas foram apontadas como membros da organização Illuminatti, uma suposta cabala de poderosos que domina e controla dos acontecimentos mundiais.

Uma teoria da conspiração afirmando que Gaga faz parte dos Illuminatti surgiu em sites de extrema-direita, e foi disseminada principalmente após o show da cantora no Super Bowl de 2017.

Sites de supremacia branca afirmaram, sem nenhuma prova ou explicação, que Lady Gaga usou sua performance no Super Bowl para “desafiar as leis cristãs da América” e “dar início à Nova Ordem Mundial”. Mesmo ridícula e sem base nenhuma na realidade, essa teoria conseguiu convencer muita gente, principalmente evangélicos.

Banho de Sangue

Um dos rumores mais bizarros sobre a carreira de Lady Gaga surgiu na época das gravações de American Horror Story, na qual a atriz interpretou uma vampira sedenta por sangue.

Em 2015, o site Neon Nettle requentou uma antiga notícia falsa sobre a cantora.

Lady Gaga foi pega realizando um ritual satânico em um hotel luxuoso de Londres. A cantora foi acusada de participar de uma cerimônia de adoração ao Diabo após funcionário do hotel encontrarem uma banheira repleta de sangue”, afirmou a publicação, sem apresentar provas ou datas relacionadas ao suposto acontecimento.

O site Gossip Cop investigou a história e descobriu que a “notícia” era nada mais nada menos que a cópia descarada de um boato divulgado pela primeira vez em 2012. Na época, a equipe de Gaga desmentiu todos os rumores, classificando a fofoca como “ridícula e irreal”.

A Lenda de Lina Morgana

A maior mentira já divulgada sobre Lady Gaga é uma verdadeira teoria da conspiração, que conta com assassinatos, roubo de identidade e acusações gravíssimas.

Em 2008 e 2009, antes de se estabelecer como “A Lady Gaga”, Stefani Germanotta trabalhava junto com Lina Morgana, uma jovem cantora e compositora. Morgana se suicidou em 2010, aos 19 anos. É é aí que a teoria da conspiração começa.

Yana Morgana, mãe e empresária de Lina, acusou Gaga de “roubar o estilo” de sua falecida filha. Segundo Morgana, o senso de estilo, técnicas de performance e caracterizações dramáticas que marcaram o início da carreira de Gaga foram todos copiados de Lina Morgana. Até mesmo as histórias tristes da juventude da cantora teriam sido baseadas nas experiências de Morgana.

Na internet, a teoria assumiu um lado ainda mais dramático, e passou a afirmar que Gaga matou Lina Morgana para “assumir seu lugar” na indústria musical. É claro que nada disso jamais foi provado, e Gaga já desmentiu publicamente a história pelo menos duas vezes.