Jordan Peele, diretor de Corra!
Jordan Peele, diretor de Corra!

As indicações ao Globo de Ouro 2018 foram reveladas nessa segunda (11) – confira a lista completa -, e não demoraram para causar polêmica no Twitter.

Isso porque, como o Observatório do Cinema apontou em sua análise das nomeações, vários diretores considerados favoritos ao prêmio foram preteridos por uma seleção mais conservadora de veteranos consagrados.

Entre os esnobados: Greta Gerwig (Lady Bird: A Hora de Voar), Jordan Peele (Corra!), Dee Rees (Mudbound) e Patty Jenkins (Mulher-Maravilha). O que eles tem em comum? São homens negros, mulheres negras ou mulheres brancas – e o Twitter não deixou isso escapar.

“A maior decepção dessa manhã: Sem Greta Gerwig. Sem Dee Rees. Sem Patty Jenkins. O Globo de Ouro só indicou homens em Melhor Direção”, reclamou um tuiteiro.

 

 

“O Globo de Ouro poderia ter indicado Greta Gerwig, Dee Rees, Jordan Peele e até Patty Jenkins para Melhor Direção. Mas não, temos cinco homens brancos. Muito desapontado”, escreveu outro.

“Só sete vez nos últimos 75 anos mulheres foram indicadas a Melhor Direção no Globo de Ouro: Jane Campion, Sofia Coppola, Kathryn Bigelow duas vezes, Ava DuVernay e Barbra Straisand duas vezes (ela é a única a vencer, por Yentl, em 1983)”, relembrou a jornalista Alicia Malone (Fandango).

Jordan Peele e Dee Rees sem indicações a Melhor Direção ou Melhor Roteiro no Globo de Ouro é uma coisa doida para mim”, reclamou outro.

“Sem indicação para Jordan Peele no Globo de Ouro. Ainda há espaço para Steven Spielberg e Ridley Scott. Nada contra nenhum deles, é óbvio. Só me parece um retrocesso”, disse Jack Howard.

As 10 maiores esnobadas do Globo de Ouro

MAIS NOTÍCIAS SOBRE: CINEMA | FAMOSOS | MÚSICA