Alex Proyas, o diretor longa-metragem original O Corvo, divulgou uma nota sendo totalmente contra a realização do remake de seu filme.

Proyas comentou que o estúdio deveria pensar sobre o ator Brandon Lee e seu legado. Brandon, filho de Bruce Lee, foi morto por uma bala de verdade enquanto gravava uma cena do filme.

Em carta, ele explica: “Só finalizei aquele filme por ele, e por ter tido um elenco e uma equipe de produção que também acreditavam que aquilo poderia ser seu legado. O que muitos não consideram é que, se não fosse Brandon, poucas pessoas iriam conhecer essa HQ. Acredito que é um caso em que Hollywood não deveria re-contar essa história. Sei que houveram sequências e séries de TV, mas essa ideia de refazer, ou rebootar, me parece muita errada. Só peço que respeitem seu legado e deixem que continue sendo um filme dele.”

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Com poucas informações sobre o projeto, o remake de Corvo tem confirmado Jason Momoa como protagonista e Corin Hardy como diretor.

Deixe o seu comentário