CUIDADO!!! SPOILERS DE VINGADORES: GUERRA INFINITA!

Os eventos de Vingadores: Guerra Infinita ofereceram algumas mudanças cataclísmicas ao Universo Cinematográfico da Marvel, com os fãs tendo que esperar até maio de 2019 para ver como nossos heróis podem possivelmente derrotar Thanos. Uma complicação para o público, no entanto, é saber que há seqüências sendo planejadas com personagens que “morreram” no filme, fazendo-nos pensar em quais mortes realmente deveriam ser acreditadas.

Os roteiristas do filme, Christopher Markus e Stephen McFeely, abordaram como lidar com a campanha de marketing para a sequência de Homem-Aranha: De Volta ao Lar. “É uma boa pergunta e é certamente a maior questão sobre a expectativa do público e você sabe muito sobre como Hollywood funciona ou libera horários como esse, isso prejudica sua diversão com o filme?” McFeely perguntou durante uma entrevista com Collider. “Não podemos fazer filmes para pessoas que lêem Variety, você sabe o que quero dizer?”

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

Embora muitas das fatalidades do filme podem acabar se mantendo perpetuamente, personagens como Homem-Aranha e os Guardiões da Galáxia, cujos filmes já têm datas de lançamento, terão que voltar de alguma forma. É compreensível que os roteiristas tenham uma tarefa difícil, já que eles não podem quebrar a quarta parede e abordar que esses personagens retornarão e, em vez disso, devem criar um enredo que se sustente sozinho. Dadas as respostas emocionais ao filme, parece que a dupla teve sucesso nesse aspecto.

“Claramente, se há pessoas chorando e há artigos sobre como consolar seus filhos no final, não importa o que você saiba”, assinalou Markus.

Os escritores brincaram que uma sequência do filme do Homem-Aranha seria potencialmente hilariante se Peter Parker fosse realmente morto por Thanos. Markus brincou: “Olha, duas horas de tia May chorando pode ser ótimo”.

Vingadores: Guerra Infinita | Robert Downey Jr. compartilha vídeo de bastidores do filme

Vingadores: Guerra Infinita se tornou o filme mais rápido a atingir a marca de US$ 1 bilhão em bilheteria, tendo atingido o feito em pouco mais de uma semana em cartaz (saiba todos os números aqui).

O longa ainda é a maior estreia para um filme nos Estados Unidos, tendo superados os números de Star Wars: O Despertar de Força em seu lançamento (leia mais).

O filme ainda vendeu mais do que os últimos sete lançamentos da Marvel combinados em ingressos antecipados – saiba mais do número aqui.

A estreia foi tão forte que ajudou a Marvel a completar US$ 15 bilhões de bilheteria acumulada em todos os seus filmes – saiba mais.

Além disso, o filme já se tornou a maior bilheteria mundial da história para um longa-metragem baseado em uma história de super-heróis, superando o primeiro Vingadores.

O longa já tem data para chegar ao mercado de home-video: 31 de julho.

LEAVE A REPLY