Capitão América: Steve Rogers #1, a nova revista do herói, trouxe uma reviravolta na sua origem. E embora muitos fãs estejam infelizes com ela, Stan Lee parece achar que a revelação do Capitão como um Agente da HYDRA disfarçado é uma boa ideia. Lee não criou o personagem, mas conduziu suas histórias por muito tempo como editor da Marvel.

“É uma ideia muito esperta. Eu não sei se eu teria pensado nela, mas isso deixou os leitores curiosos, e vai fazer os fãs quererem ler os quadrinhos que vão vir a seguir”, disse Lee em uma sessão de perguntas e respostas com fãs. “Eu não posso criticar, porque eu acho que é uma boa ideia. Completamente louca, mas boa”.

 


Tal reviravolta não agradou nem mesmo o intérprete do Capitão América nos cinemas, Chris Evans, que manifestou numa rede social sua insatisfação com a mudança na história do personagem – veja aqui.

Fãs fazem campanha para Capitão América ganhar namorado

A reviravolta reflete uma história focada em Nick Fury em 2008, que também sugeriu que o chefão da S.H.I.E.L.D. era na verdade um agente da HYDRA. Segundo informações, o primeiro arco de Captain America: Steve Rogers deve mostrar a luta pelo poder entre duas facções da organização terrorista – e Steve pode acabar na liderança do movimento.