Coringa nos quadrinhos

Uma petição lançada pela fã de quadrinhos russa Elena Shestakova pede que o roteirista Geoff Johns, que escreve Doomsday Clock, retrate o vilão Coringa como homossexual em suas HQs.

O vilão deve aparecer em breve na série escrita por Johns, e Sestakova pede que o roteirista “corrija” uma alteração feita no personagem “a partir dos anos 1990”, quando a Arlequina foi introduzida como interesse romântico do vilão.

“O Coringa tem quase 80 anos de história, e por metade deles foi retratado como homossexual”, começa a petição. “O quadrinista Neal Adams disse que o Coringa é um homem gay e sempre foi. Essa opinião foi dividida por muitos autores e artistas através dos anos”.

Sestakova indica que retratar um vilão tão “moralmente dúbio” quando o Coringa como homossexual não é homofóbio, necessariamente. “A DC já tem toda uma galeria de vilões e heróis homossexuais, representando assim uma diversidade de comportamento”, argumenta.

Confira a petição aqui