Cuidado! Contém grandes spoilers de Heroes in Crisis!

A DC revelou na edição #8 de Heroes in Crisis quem assassinou o grupo de heróis que estava internado no Santuário, hospital para super-poderosos. O mistério moveu toda a trama da HQ.

Para surpresa de todos, a história de Tom King e Mitch Gerards terminou mostrando que Wally West, o Kid Flash – que se intitula como Flash, matou os ex-companheiros. O herói tinha retornado para a linha do tempo oficial da DC com Rebirth, e ao que parece, não voltou em seu melhor estado.


Em uma série de vídeos enviadas para Lois Lane, Wally West confessou todos os assassinatos. Além disso, revelou que identifica a sua identidade vilanesca como O Puddler.

Wally West relatou que se sentia sozinho desde que retornou. O herói voltou sem a sua família e apenas ele se recordava dela. As memórias começaram a torturá-lo, o que o levou a uma internação no Santuário.

Lá, o Kid Flash não conseguiu ajuda. Pelo contrário, descobriu que todos personagens que estavam lá se sentiam da mesma maneira: isolados.

Em um momento de emoção, o Kid Flash não conseguiu controlar a Força da Aceleração. Liberando o poder, em grande proporção, os outros personagens foram assassinados.

Outra pergunta respondida é como o Kid Flash não levantou suspeitas. Inclusive, os heróis encontraram um Wally West morto na cena do crime, tendo Arlequina e o Gladiador Dourado como os principais suspeitos.

O Puddler explicou que se aproveitou das sessões de terapia virtual de Arlequina e do Gladiador Dourado. Wally West alterou as configurações da tecnologia e fez com que ambos presenciassem os assassinatos, mas de maneira simulada. No caso, o Gladiador Dourado acreditava ter visto Arlequina matando os superpoderosos, e a vilã viu a ilusão ao contrário.

Para completar a cena do crime, o assassino viajou ao futuro e matou a sua versão mais velha. O corpo foi arrastado até o Santuário, para ninguém desconfiar dele.

Uma prévia da HQ pode ser conferida abaixo.

Heroes in Crisis #8 está disponível nas lojas de quadrinhos americanas.