Na história em quadrinhos Star Wars: Age of Rebellion, descobrimos que Yoda queria acabar com os Jedi muito antes de Luke Skywalker seguir pela mesma linha de raciocínio.

A HQ mostra que Yoda culpou os Jedi pela ascensão do Império, acreditando que sua arrogância levou à Ordem 66 de Palpatine.

Por isso ele foi para Dagobah, para que a Ordem Jedi morresse com ele – acima de tudo, ele se arrepende de ter sido incapaz de acabar com a tirania do Imperador.


Luke, no entanto, reacendeu a esperança em Yoda de que os Jedi poderiam ser consertados, mas isso acabou não acontecendo. Agora, essa tarefa cabe a Rey.

Star Wars: A Ascensão Skywalker traz veteranos da franquia como Carrie Fisher (que terá imagens de arquivo utilizadas), Mark Hamill, Billy Dee Williams e Anthony Daniels.

Eles se juntam ao elenco formado por Daisy Ridley, John Boyega, Oscar Isaac, Adam Driver, Kelly Marie Tran, Matt Smith, Naomie Ackie, Dominic Monaghan, Keri Russell e Joonas Suotamo.

J.J. Abrams (Star Wars: O Despertar da Força) retorna para a cadeira de direção. Ele também assina o roteiro, ao lado de Chris Terrio (Liga da Justiça).

Star Wars: A Ascensão Skywalker, estreia nos cinemas brasileiros em 19 de dezembro.