A morte de Tony Stark em Vingadores: Ultimato ainda é uma ferida aberta para milhões de fãs da Marvel, mas eles podem querer se preparar para ainda mais desgosto com o Homem de Ferro nos quadrinhos.

Mas veja o lado bom: pelo menos se este Tony Stark morrer, é na verdade apenas a morte de uma cópia do verdadeiro Tony… que já morreu.

A mais recente edição de Tony Stark: Homem de Ferro terminou em uma enorme reviravolta, mostrando o corpo de Tony fundido com sua armadura de Homem de Ferro no estilo clássico de horror corporal.


Normalmente, isso pareceria o tipo de problema que um gênio como Tony poderia resolver – se o mesmo não deixasse claro que ele não sabe como.

Com o corpo destruído, a questão de saber se Tony é um homem ou um programa nunca foi tão urgente. E a sinopse de Tony Stark: Homem de Ferro #17 mostra qual lado de Tony vai prevalecer:

“Seja o que for, ele é o Homem de Ferro. E ele está no caminho de Ultron Pym e todos que Tony Stark ama. Ou amava. Porque Tony pode estar morto. 2020 está chegando. A revolução dos robôs já começou. Vistam suas armaduras ou morram.”

A sinopse lembra aos fãs que, se Tony não puder existir dentro de seu corpo desfigurado e torturado, ele pode morrer de vez – porque esse não é o verdadeiro corpo de Tony. Aquele morreu com ele durante a Segunda Guerra Civil.

Tony Stark: Homem de Ferro #17 vai chegar às bancas norte-americanas em 23 de outubro.