ALERTA DE SPOILERS

O Universo Marvel é o lar de vários dos mais famosos super-heróis de quadrinhos como Os Vingadores, X-Men, Inumanos e inúmeros outros. Mas toda a razão da vida no planeta Terra e o potencial da humanidade se tornar superpoderosa é um dos segredos mais vis e repugnantes da história da editora.

Devemos esclarecer que esse foi um dos segredos mais emocionantes, já que a verdade já foi revelada aos leitores da Marvel Comics e aos próprios heróis. Tudo faz parte da história contada pelo escritor Jason Aaron nas páginas da mais recente série dos Vingadores.


Enquanto dá aos fãs aventuras modernas, Aaron também revelou o verdadeiro “começo” da história da Marvel, com os Vingadores de um milhão de anos a.C., e como eles mataram um Celestial – um dos seres mais antigos e poderosos do universo.

No processo, foi revelado que um Celestial criou a Terra como a conhecemos completamente por acidente. A verdade veio em Vingadores #5, quando Loki contou toda a história ao Capitão América.

O primeiro Celestial a pisar na Terra chegou a mais de quatro bilhões de anos no passado, quando o planeta ainda estava, como Loki diz, “um grão insignificante e totalmente sem vida”. E por mais que os fãs de super-heróis possam querer acreditar que isso fazia parte de algum plano cósmico maior, a verdade é que o planeta escolhido era completamente sem sentido para o plano do Celestial. É aí que a história toma traços nojentos.

“Veio apenas porque caiu. Ele caiu… porque estava morrendo. Acontece que até um deus onipotente do espaço adoece de vez em quando. E este acabara de ter uma infecção bastante desagradável… O primeiro do gênero a ficar doente. Paciente zero. Ele caiu no espaço por muitos anos antes de pousar. Aterrou na lama da Terra.

Vomitava, sangrava e chorava lágrimas radioativas. E então caiu e morreu. Essa doença se infiltrou na Terra, percolando os mares mutáveis ​​de rochas e lava primordiais. Junto com o sangue e a carne podre de um quase celestial alfa onipotente… O Progenitor. A origem do mundo como você o conhece. O deus que morreu para que você possa viver”, conta Loki.

Claramente Loki não mede palavras, dando um passo à frente para afirmar que as criaturas retorcidas que emergiram do lodo e do icor do cadáver e orifícios do Celestial levaram diretamente à criação do Capitão América, e os outros heróis se tornaram ‘super’ por meios estranhos, pseudo-científicos.

Agora, nas páginas de Vingadores #26, essa origem é confirmada pelo primeiro Estigma… bem, o primeiro Estigma humano, agora que a Marvel revelou que o primeiro super-herói da Terra era um dinossauro.

A mudança de perspectiva e confirmação não deixa dúvidas quanto à veracidade do relato de Loki. Ainda assim, ver O Progenitor mais uma vez morrendo de joelhos, expelindo seu ser de todos os orifícios é o tipo de história de origem que os fãs nunca esquecerão.

Vingadores #26 já está à venda nas bancas de quadrinhos norte-americanas.