ALERTA DE SPOILERS

Em uma reviravolta surpresa, Charles Xavier foi chocantemente assassinado na primeira edição de X-Force #1 por uma equipe de operações secretas que se infiltrou no paraíso mutante de Krakoa.

O choque, no entanto, se dissipou ao sabermos que os X-Men tinham uma máquina de ressurreição. Agora, em X-Force #2, os X-Men liderados por Magneto e Jean Grey tentam recuperar Xavier.


Fera e Jean visitam o Berço Um, onde um novo Cerebro está crescendo em Krakoa. Charles apoiou sua inteligência em vários berços por todo o paraíso mutante, sabendo muito bem o perigo potencial em que estava.

O processo de trazer um mutante de volta à vida é complicado. A máquina de ressurreição dos X-Men requer cinco habilidades diferentes de mutantes trabalhando em uníssono junto com o Cerebro de Xavier, que mantém os backups e as memórias daqueles que caíram.

Sem o ingrediente chave do Cerebro, é possível trazer de volta Xavier com suas memórias completas intactas? A criação de backups em toda a ilha foi uma ação proativa, mas resta ver como eles reativam Xavier ao seu antigo eu sem ele.

Está estabelecido que apenas um Cerebro pode estar ativo em Krakoa ao mesmo tempo. Como isso afetará seus planos?

Há também a questão de saber se os Mutantes de Krakoa ainda podem trazer de volta os mortos sem Xavier controlar Cerebro. Trazê-lo de volta pode ser a chave para manter a máquina da ressurreição funcionando. Sem ele, os mutantes são muito mais vulneráveis.

O próximo capítulo dessa história acontecem em X-Force #3, que chega às bancas de quadrinhos norte-americanas em 11 de dezembro.