Cuidado! Spoilers de Venom: The End #1, da Marvel.

Muitos heróis tiveram mortes terríveis na Marvel, mas nenhuma delas foi tão cruel e nojenta como a do Venom.

Em Venom: The End #1, Eddie Brock, o hospedeiro do simbionte de Venom, morre da pior forma possível.


O fim de Eddie

Nessa nova HQ, a humanidade é eliminada, mas Venom, o simbionte, não permite que Eddie Brock morra junto com os outros.

Para de manter conectado ao seu hospedeiro – e amigo? – Venom insere suas células em Eddie, mantendo-o com vida por mais de duzentos anos.

Após 500 anos, com o fim da era dos super-heróis e da humanidade, Venom percebe que é hora de deixar Eddie para trás.

De uma forma triste, e nojenta, Venom deixa o que restou do corpo de Eddie – que está praticamente destruído, criando vida própria como um ser imortal.

Depois disso, Venom se prepara para enfrentar o exército de seres de Inteligência artificial, que querem impedir que o herói retorne a vida para a humanidade.

Venom: The End é escrita por Adam Warren e Jeffrey “Chamba” Cruz.

Venom: The End #1, da Marvel, está disponível nos EUA.