Bob Odenkirk está cansado das comparações de sua série, Better Call Saul, com Breaking Bad. Questionado pelo Huffing Post sobre as chances de uma aparição de Walter White na série derivada, o ator foi curto e grosso:

“Nenhuma. Parem de criar esperança. Parem de citar Breaking Bad… Isso não aconteceu ainda… Better Call Saul é Better Call Saul, é uma série completa, rica, complexa, única, e as apostas são diferentes”, desabafou.

Apesar da resposta, o site foi incisivo e perguntou se existe então a possibilidade de outros personagens da finada Breaking Bad reaparecerem na sua série derivada.


“Nenhum ou todos… Eu estou nessa série e estou gostando muito. Então, juntem-se a mim”, despistou.

Curiosamente na semana passada, Aaron Paul, o Jesse Pinkman de Breaking Bad, comentou o mesmo assunto com usuários do fórum Reddit. O ator se disse pronto para reprisar o personagem:

“Eu sou um grande fã de Better Call Saul, e claro que também de todo mundo por trás da série. Então, quem sabe? Talvez eu já tenha gravado [a participação na série]… talvez ela vá para o ar ainda nessa temporada… Eu não sei. Bem, na verdade eusei, mas vocês terão que esperar para ver”, afirmou, deixando o mistério no ar.

Os episódios do segundo ano de Better Call Saul atualmente são disponibilizados semanalmente no Brasil pela Netflix.

Indicada ao Emmy 2015, a série derivada de Breaking Bad acompanha a evolução do advogado de porta de cadeia Jimmy McGill (Bob Odenkirk), mais conhecido como Saul Goodman, seis anos antes dele se tornar o defensor de Walter White na série original. Saul faz de tudo, cuidando de multas de estacionamento a assassinatos, e desde acidentes de carro a fraudes públicas.

Michael McKean (Family Tree), Rhea Seehorn (Franklin & Bash), Patrick Fabian (Grey’s Anatomy) e Michael Mando (Orphan Black) completam o elenco.

Vince Gilligan, o criador de Breaking Bad, serve como produtor do derivado ao lado de cinco roteiristas da série original – Peter Gould (criador do personagem Saul), Thomas Schnauz, Gennifer Hutchison, Bradley Paul e Gordon Smith.