Com a volta de Barry Allen no tempo para impedir (mais uma vez) sua mãe de ser assassinada por Flash Reverso, o final da segunda temporada de The Flash abriu caminho para a adaptação de uma popular saga dos quadrinhos da DC, Flashpoint, conhecida no Brasil como “Ponto de Ignição”.

Final da temporada cumpre promessas e traz reviravolta chocante

Tal saga foi o principal evento da editora em 2011 e responsável por provocar o reinício de todo o universo da DC. Nos quadrinhos, um paradoxo temporal faz com que Barry Allen acorde em um escritório, sem poderes, e com sua mãe ainda viva, mas em um mundo que está em guerra. Nessa realidade paralela, Batman é Thomas Wayne e com a ajuda do herói, Barry tenta recriar o acidente com o acelerador de partículas para recuperar seus poderes e tentar consertar a linha temporal.


Durante sua participação na MegaCon, Carlos Valdes, o intérprete de Cisco em The Flash, comentou as chances de vermos uma adaptação de Flashpoint na terceira temporada.

“Eu acredito que existem grandes chances de vermos essa adaptação”, afirmou o ator (via ComicBook). “Algumas pessoas têm certas preocupações com isso, mas outras torcem [pela adaptação]. Eu acho que, sem dúvidas, será algo único e diferente, se decidirmos seguir esse caminho. Acredito que vai honrar os quadrinhos e a animação [de 2013] se escrevermos nossa própria versão. Esse é o espírito que permitiu que nossa série se saísse tão bem, então, peço aos fãs que tenham fé”, finalizou.

Grant Gustin fala sobre futuro de Barry Allen na terceira temporada

O terceiro ano de The Flash começa entre setembro e outubro na TV americana. A série é exibida no Brasil pelo canal pago Warner.