Uma ação judicial contra a produção do seriado Empire foi aberta nesta quarta-feira (24). O processo por danos morais alega que residentes de um centro de detenção juvenil receberam maus-tratos durante gravações da série. Também acusam o canal Fox de ter criado uma “atmosfera prejudicial” para os jovens do centro de detenção (aproximadamente 400 pessoas).

A ação foi aberta pelos guardiões de dois ex-residentes do centro de detenção do condado de Cook, em Illinois. Durante as gravações do seriado, as crianças que abrigam o local foram forçadas a ficar encarceradas enquanto as cenas eram gravadas. Foram 14 dias de gravações em 3 meses, sendo seis dias em Junho, quatro em Julho e quatro em Agosto, de acordo com o processo.

“Várias áreas que são essenciais para a educação e reabilitação dos moradores foram separadas para que os agentes da Fox e funcionários pudessem usá-las nas encenações e filmagens”, diz parte do processo.


“O propósito disso era fornecer a Fox um estabelecimento carcerário realístico para dois episódios altamente lucrativos de Empire. As crianças residentes do centro, entretanto, foram colocadas sob restrições mais severas que muitas prisões para adultos”.

A Fox Company se recusa a comentar o caso.

Mariah Carey vai participar da terceira temporada

Empire acompanha os bastidores do império construído pelo empresário musical Lucious Lyon (Terrence Howard) na indústria do hip hop. O executivo faz de tudo para se manter no poder, inclusive enganar a família e matar quem lhe ameaça.

A terceira temporada estreia dia 21 de setembro nos EUA.