A HBO está acostumada a gastar bastante em suas produções, com Game of Thrones batendo recordes de orçamento ano após ano – mas Westworld, sua nova estreia, impressiona pelo custo do piloto.

Foram em torno de US$25 milhões gastos na primeira hora da série, incluindo despesas com refilmagens e efeitos especiais. O restante da temporada saiu por mais US$75 milhões, finalizando os 10 episódios por US$100 milhões, o mesmo que um blockbuster hollywoodiano.

Em termos de comparação, o piloto de Game of Thrones custou US$20 milhões. Só os salários de Anthony Hopkins e Ed Harris, aparentemente, saem por US$175 mil por episódio.


“O valor de produção é enorme e insano, mas é assim que a HBO faz as coisas”, comentou J.J. Abrams em entrevista à The Hollywood Reporter. “Eles gastam muito, e os resultados estão todos na tela”.

Crítica | Westworld faz estreia promissora com muito sangue e mistérios

O que é Westworld? Um guia rápido para entender a série

Androides, caubóis e Rodrigo Santoro; conheça os personagens

A trama futurista de Westworld, baseada no filme homônimo de 1973, se passa em um parque temático que recria diversos períodos da história, entre eles o Velho Oeste. No local, trabalham diversos androides com aparência humana. Certo dia, os robôs – que podem ser mortos e retornar com personalidades totalmente diferentes – começam a sofrer uma pane e passam a servir como ameaça aos turistas.

Anthony Hopkins, Miranda Otto, Ed Harris, Evan Rachel Wood, Thandie Newton, Tessa Thompson e o brasileiro Rodrigo Santoro formam o elenco estelar de Westworld.