Em recente entrevista à EW, Brian Yorkey, showrunner de 13 Reasons Why, falou sobre algumas das decisões mais controversas da série.

A forma como o suicídio é abordado pelo programa gerou reações opostas. De um lado, críticos e entidades de saúde mental disseram que a série é irresponsável e pode disparar gatilhos emocionais em pessoas que já têm tendência à depressão ou suicídio. De outro, os defensores da série argumentam que o tema não pode ser tabu, deve ser conversado e debatido, para que mais pessoas compreendam e busquem ajuda.

“Era supremamente importante que fizéssemos tudo que estivesse ao nosso alcance para contar a verdade”, diz o showrunner. Uma das decisões mais criticadas pelos diretores foi a de mostrar o suicídio de Hannah em detalhes perturbadores. “É uma cena brutal e muito difícil de assistir, e nós a debatemos à exaustão”, explica Yorkey.


A série, aliás, é baseada em um romance de 2007 escrito por Jay Asher. No livro, apenas circulam rumores de que a personagem sofreu uma overdose; não há uma descrição do que de fato ocorreu com ela.

“No caso das cenas mais traumáticas do programa, sentimos uma responsabilidade real de não virar as costas para elas. A tentação de contar aquela história de maneira que a torne mais fácil de assistir é equivalente a não contar a verdade. Então nós fomos corajosos, nós fomos apenas corajosos porque a verdade é poderosa e, às vezes, difícil”, argumenta o showrunner.

“Quando essas coisas acontecem em livros, filmes ou programas de TV, nós não vemos, e ficamos confortáveis com isso”, diz Asher, o autor do livro que inspirou a série, à EW. “Mas depois nós nos perguntamos porque as pessoas em nossa cultura ainda não compreendem o quanto essas coisas são terríveis”.

Yorkey diz ainda que a série tem dois temas centrais. “Você nunca sabe realmente o que está acontecendo na vida de outra pessoas”; e “tudo afeta tudo”. Segundo o produtor, estas são as lições que ele espera que as pessoas levem de 13 Reasons Why.

Katherine Longford, Dylan Minnette, Brandon Flynn, Christian Navarro, Alisha Boe (Ray Donovan), Justin Prentice (Malibu Country), Devin Druid, Miles Heizer (Parenthood) e Ross Butler formam o jovem elenco do programa, atualmente em cartaz na Netflix.

Leia mais:

13 Reasons Why | Roteirista se defende das acusações de irresponsabilidade da série

13 Reasons Why | Organização de saúde mental americana diz que série é irresponsável

13 Reasons Why | Criador da série explica as cenas de suicídio