ATENÇÃO: SPOILERS A SEGUIR!

O final da revival de Twin Peaks tem mexido com a cabeça dos fãs, que ficaram confusos com a ideia exposta no último episódio. No capítulo final, surge uma espécie de dimensão alternativa, com outras versões de Dale Cooper, Diane e Laura Palmer.

Agora David Lynch, criador da série, resolveu se pronunciar e tentar acalmar os fãs ao “explicar” o que realmente era importante no fim da série: “O que importa é o que você acredita que aconteceu”, comentou. “Muitas coisas na vida acontecem e temos que seguir em frente com nossas próprias conclusões. Você pode ler um livro, que te deixa com uma série de questões, e querer discuti-las com o autor, mas ele morreu anos atrás. É por isso que só depende de você”. Ou seja, para o diretor, não há conclusões certas ou erradas sobre o final.


Lynch ainda não descarta o retorno da série para uma quarta temporada, mas também não confirmou nada, já que tudo depende da vontade do canal Showtime em produzi-la e do tempo que essa produção levaria. As informações são do IndieWire.

Originalmente exibida entre 1990 e 1991, Twin Peaks teve apenas duas temporadas e 30 episódios produzidos na época.