A família Versace recentemente divulgou uma declaração criticando American Crime Story, que retratará o assassinato de Gianni Versace na sua segunda temporada – e agora o criador Ryan Murphy rebateu as críticas.

“Nós já liberamos uma declaração esclarecendo que a série é baseada no livro de Maureen Orth, um pedaço de não-ficção muito celebrado, premiado e que tem sido escrutinado por quase 20 anos”, disse ele à Variety. “Isso é tudo o que eu tenho a dizer sobre isso. Eu entendo o instinto de qualquer família que é retratada em alguma obra: ‘Vamos ver no que isso vai dar'”.

“Eu não sei se Donatella vai assistir à série, mas acho que se ela assistir vai perceber que os tratamos com respeito e gentileza. Para mim, ela é uma heroína feminista – a forma como ela teve que assumir tudo após uma situação terrível, e fez isso com elegância e compreensão”, disse ainda.


Gianni (Edgar Ramirez) foi morto em 1997 pelo serial killer Andrew Cunanan (Darren Criss). Penélope Cruz está no elenco como Donatella, e Ricky Martin interpretará o modelo Antonio D’Amico, parceiro de longa data de Gianni.

A segunda temporada da antologia da FX vai ao ar a partir de 17 de janeiro de 2018.

Donatella pediu para sua filha ser retirada da série