O presidente da FX, John Landgraf, comentou durante o evento TCA, organizado pelas emissoras para a imprensa americana (via TVGuide) que o futuro de American Crime Story após a temporada Versace não está acertado.

Pouco depois da estreia da primeira temporada, sobre O.J. Simpson, o produtor Ryan Murphy apresentou um plano para os três anos seguintes: a 2ª temporada seria sobre o Furacão Katrina, a 3ª sobre o assassinato de Gianni Versace, e a 4ª sobre o escândalo Bill Clinton-Monica Lewinsky.

No entanto, desde então a produção da temporada sobre o Katrina passou por problemas, incluindo uma mudança de foco – originalmente a série adaptaria um livro focando nas ramificações políticas do desastre natural, e depois o foco foi mudado para um hospital durante os dias mais caóticos do furacão.


Como resultado, a história de Gianni Versace vai ao ar primeiro, como a segunda temporada da série. “Eu ainda não li os roteiros de Katrina e da história de Monica Lewinsky. Eles estão pesquisando e desenvolvendo essas coisas. Eu não posso te dizer qual será a próxima temporada, se essas duas de fato vão acontecer. Só posso dizer que continuaremos a produzir American Crime Story”, disse Landgraf.

A segunda temporada da antologia da FX vai ao ar a partir de 17 de janeiro de 2018.

Donatella pediu para sua filha ser retirada da série