Após elogiadas temporadas sobre o julgamento de O.J. Simpson e o assassinado de Gianni Versace, American Crime Story parece ter um futuro brilhante pela frente – mas ele não inclui contar a história do impeachment do ex-presidente dos EUA, Bill Clinton.

Ryan Murphy contou ao THR que, embora tenha comprado os direitos do livro que conta o caso de Clinton com a assistente Monica Lewinsky, um dos momentos mais escandalosos da história política dos EUA, desistiu de adaptá-lo para a TV.

Ryan Murphy vence processo contra atriz que se disse difamada por Feud


“Eu conversei com Monica, e disse: ‘Só faço isso se você produzir comigo. Só você pode contar essa história. E você é quem deveria ganhar dinheiro com ela'”, contou. “Ela refletiu sobre isso, mas decidiu não fazer”.

American Crime Story deve abordar o Furacão Katrina e seus duradouros efeitos na próxima temporada, ainda sem data de estreia.