Brad Kern

O showrunner Brad Kern, que desde 2016 toca o spin-off NCIS: New Orleans, foi demitido seis meses depois das denúncias de assédio sexual e racismo que surgiram contra ele.

Kern será substituído por Chris Silber, que atuou como produtor executivo nas temporadas anteriores da série.

As acusações contra ele são, em sua maioria, de assédio verbal. Ele alegadamente fez vários comentários de natureza sexual para membros femininos da equipe da série, e removeu uma das atrizes da série porque não a achava “f*dível”.

Atriz chinesa diz que sócio de Harvey Weinstein a assediou

Kern ainda é acusado de fazer comentários racistas durante a produção da série. A CBS, que exibe NCIS: New Orleans, respondeu às denúncias: “Estávamos cientes dessas acusações quando elas foram feitas pela primeira vez, em 2016, e levamos elas muito a sério. Conduzimos investigações e aplicamos ações disciplinares a Kern”.

Kern é um veterano da TV americana, com passagens por séries como Remington Steele (1982-1987), que lançou a carreira de Pierce Brosnan; e Charmed (1998-2006), com duas figuras importantes do movimento de mulheres que denunciaram assédio em Hollywood no elenco, Rose McGowan e Alyssa Milano.

Nos EUA, as séries da franquia NCIS estão entre as mais vistas de toda a programação da TV aberta. O spin-off passado em New Orleans é visto por mais de 8 milhões de espectadores todas as semanas, e está renovada para a 5ª temporada.