Na New York Comic-Con, o produtor executivo, Matt Strevens, e o showrunner, Chris Chibnall, comentaram uma das inspirações que tiveram para a 11ª temporada de Doctor Who.

Por contar com tudo novo, da protagonista, que é Jodie Whitakker, até os companheiros da doutora, Mandip Gill, Tosin Cole e Bradley Walsh, os chefes do seriado compararam a produção com Star Wars: O Despertar da Força, que abriu a nova trilogia da clássica franquia.

“É similar ao que gostamos em O Despertar da Força. Onde as pessoas vão inicialmente pensando, ‘Oh, eu mal posso esperar para ver Harrison Ford ou Carrie Fischer’. Mas, a verdade é que você esquece delas pela primeira meia-hora quando conhece Daisy Ridley e John Boyega porque você logo se apaixona por eles”, descreveu Strevens.


Ao mesmo tempo, a série espera lançar nomes fortes para a indústria. Como foi o caso de Karen Gillan, que hoje vive a Nébula no Universo Marvel dos cinemas.

Doctor Who | Estreia de Jodie Whittaker teve a melhor audiência da série em 10 anos

“Nós estamos querendo dar esses quatro melhores amigos para viajar pelo tempo e espaço. Então eles tem tudo. Vocês estão olhando para estrelas. Eles estão seguindo os passos de pessoas como Karen Gillan, Billie Piper e Freema Agyeman”, afirmou o showrunner.

Na sua nova temporada, Doctor Who apresenta aos fãs a primeira versão feminina do personagem, que é interpretada pela atriz Jodie Whittaker. Os companheiros da protagonista são vividos por Tosin Cole, Mandip Gill e Bradley Walsh.

A 11ª temporada de Doctor Who é exibida através do Crackle no Brasil.