House of Cards, primeira série original do serviço de streaming da Netflix, passou por uma transformação gigante nos últimos meses, com a demissão de Kevin Spacey após denúncias de assédio sexual.

Em um painel reportado pelo The Hollywood Reporter, a atriz Robin Wright revelou o conselho que David Fincher, cineasta que dirigiu os dois primeiros episódios da série, lhe deu sobre a concepção de quem é Claire Underwood.

“Eu queria construir minha própria personagem. Mas eu não conhecia bem a Claire fora dessa ideia básica de que ela era Lady Macbeth e Francis era Richard III. Eu disse ao Fincher, ‘Você pode me dar alguma pista?’. Fincher disse: ‘Você como Claire é como um busto. Você é aquele busto de mármore que fica no Capitólio e você é meio que um busto anônimo. Você pode ser aquele presidente ou aquele líder, mas não tem certeza de quem ela é. E então lentamente, enquanto as temporadas se desenrolam, a cobertura vai começar a rachar e vamos ver o lado humano dentro dela'”, revela a atriz sobre o conselho do diretor.


Além de House of Cards, a atriz trabalhou com o diretor em Millennium: Os Homens que Não Amavam as Mulheres, em 2011. Fechando o ciclo, Wright dirigirá o episódio final da série.

House of Cards | Produtores dizem que 6ª temporada sempre seria sobre Claire: “Independente do que aconteceu”

Na trama da temporada final, Claire será a mais nova líder dos Estados Unidos após a morte de Frank Underwood (Kevin Spacey), que fará de tudo para ficar no poder. Como adiantou a showrunner Melissa Gibson, os últimos capítulos questionarão “de quem é a Casa Branca”. Além disso, Claire deve mais do que nunca mostrar toda a sua ambição.

House of Cards | Final da série será “lindo e macabro”, de acordo com o elenco

O elenco conta com Robin Wright, Greg Kinnear, Diane Lane, Michael Kelly, Campbell Scott, Patricia Clarkson, Derek Cecil, Boris McGiver e Jayne Atkinson.

As cinco temporadas de House of Cards já estão disponíveis na Netflix. Já a 6ª, com oito episódios, estreia no dia 2 de novembro.