O Mundo Sombrio de Sabrina foi uma mudança de tom e abordagem radical se comparado à sitcom dos anos 90, e a mais sentida pelos fãs ficou com o gato Salem.

Na série com Melissa Joan Hart, assim como nos quadrinhos de Sabrina de Roberto Aguirre-Sacasa, o gatinho preto é conhecido por falar com a protagonista, mas ele não solta um pio – além de miados – na nova versão.

Em entrevista para o IndieWire, Sacasa justificou a escolha, e ainda prometeu que Salem pode falar no futuro.

>> CONTINUA APÓS PUBLICIDADE

“Eu senti que se você tem um gato falante, isso quase que inerentemente seria engraçado e uma comédia. Enquanto eu escrevia o quadrinho, eu percebi que quando você lê uma HQ, você só lê as palavras. Você não vê necessariamente os lábios dos personagens se mexerem. ‘Ah, claro que Salem deveria falar. Vai ser como se qualquer um estivesse falando'”, disse Sacasa.

“Quando fizemos a série, ele não fala principalmente pelo tom de terror. Mas isso não quer dizer que Salem não vai falar no futuro”, promete o showrunner.

O Mundo Sombrio de Sabrina | 10 referências e homenagens a filmes de terror na série

Na série, Sabrina Spellman, vivida por Kiernan Shipka, é uma meio humana, meio bruxa, que precisa lidar com os conflitos entre os dois mundos nos quais vive.

Todos os episódios da primeira temporada já estão disponíveis na Netflix.