ATENÇÃO, SPOILERS

O sexto episódio de A Maldição da Residência Hill é um dos mais importantes da série. Intitulado “Duas Tempestades” o episódio narra dois momentos da vida da família Crane: o enterro de Neill, e o desaparecimento da mesma quando era criança.

Durante sua produção, a equipe da série teve bastante dificuldade para realizar as filmagens, pois o episódio exigia a aplicação de diversas técnicas de filmagem diversificadas.


Durante uma entrevista ao Collider, Mike Flanagan, criador da série, comentou essas dificuldades e explicou como a equipe elaborou as cenas de “Duas Tempestades”: “Nossos cenários precisavam de passagens para a equipe e os equipamentos, plataformas de iluminação específicas e até mesmo um elevador de mão que abaixasse o teto, que levasse o operador de câmera do 1ª andar ao 4º. Fizemos alguns testes semanais para a preparação do episódio 6”.

Ainda segundo Flanagan, o episódio foi programada para ser o último a ser filmado, entretanto, “questões orçamentarias fizeram que o episódio fosse colocado em nosso terceiro bloco de produção, o que acelerou nosso tempo de produção”.

A Maldição da Residência Hill | Vídeo reúne mais de 40 fantasmas escondidos na série

A Maldição da Residência Hill gira em torno da família Crane, que precisa enfrentar acontecimentos aterrorizantes em uma mansão de oitenta anos. A série adapta o clássico livro de terror da autora Shirley Jackson

Michiel Huisman, Carla Gugino, Timothy Hutton, Henry Thomas, Elizabeth Reaser, Oliver Jackson-Cohen, Kate Siegel, Victoria Pedretti, Lulu Wilson, Mckenna Grace, Paxton Singleton, Julian Hilliard, e Violet McGraw formam o elenco.

O livro já foi adaptado anteriormente para o cinema duas vezes, em um filme de 1963, dirigido por Robert Wise, e outro de 1999, de Jan de Bont. A nova versão foi criada por Mike Flanagan (Jogo Perigoso, O Espelho).

A Maldição da Residência Hill já está disponível na Netflix.