Black Mirror: Bandersnatch, episódio interativo da famosa série da Netflix, possui diversos finais que estão mexendo com as cabeças dos usuários do serviço de streaming. Há cerca de 5 finais “corretos” para a história do episódio, e um deles envolve Pearl Ritman, filha de Colin (Will Poulter).

CONTÉM SPOILERS

O final é considerado um dos mais intrigantes. Nele, Pearl praticamente revive a história de Stefan. Ela aparece crescida, desenvolvendo uma série baseada em Bandersnatch para Netflix. Charlie Brooker definiu esse fim como Meta, ou seja, que recria a história em si.


Nessa alternativa, Black Mirror: Bandersnatch termina com Pearl se questionando se a vida imita a arte. Ou, até mesmo se o contrário pode ser verdadeiro.

“O final de Pearl é basicamente Meta, onde meio que revela que alguém está escrevendo tudo isso para Netflix. Para ser sincero, toda coisa acaba se recriando. Através desse processo, nós sempre ficamos comentando sobre a vida imitar a arte, ou até da outra maneira”, explicou o criador.

Black Mirror | Série da Netflix não terá episódios interativos na 5ª temporada

Bandersnatch é sobre a história de um jovem programador que cria um jogo a partir de um romance. No entanto, o protagonista começa a perder o controle sobre o que é a realidade e o que é o mundo virtual.

O especial de Black Mirror vai contar um recurso inédito: o espectador poderá escolher o final do filme, contando com 5 horas de material gravado.

O protagonista desse especial de Black Mirror é Fionn Whitehead, que fez sua estreia nas telas com Dunkirk.

Black Mirror: Bandersnatch está disponível na Netflix.

Black Mirror: Bandersnatch | Crítica