Muito famoso por ter estrelado A Múmia e suas continuações, Brendan Fraser ficou longe do cinema e da TV por muitos anos, mas finalmente retorna em Patrulha do Destino como o Homem-Robô.

Em entrevista ao Comic Book, Fraser comentou sobre o seu papel na série da DC. Para o astro, a jornada trágica seguida pelo personagem é muito atraente.

“Cliff Steele é um narcisista. Ele é um demolidor. Ele dirige carros rapidamente, e eu questiono se realmente venceu todas as corridas de maneira honesta. Ele é um trapaceiro em mais de uma maneira, não apenas na pista. Sim, precisa de recompor, mas é tarde demais quando toma a decisão, após perder a esposa e o filho.”


Patrulha do Destino | Ator explica como o Ciborgue da série é diferente do de Liga da Justiça

Steele acaba se envolvendo em um acidente terrível que torna seu corpo inabitável. Porém, seu cérebro é salvo pelo misterioso Dr. Caulder, uma história que é muito parecida com a de Frankenstein de Mary Shelley.

“Sua jornada é como a bela criatura do Chefe, como um criacionista. Digo isto com o mesmo espírito que moveu Mary Shelley a colocar um cérebro em outro corpo. Talvez ela tenha se inspirado na mitologia, quando Prometeu aborreceu os deuses por roubar trovões para animar o barro e criar um homem.”

Fraser explica que a jornada não é inédita. “Não é um conceito novo. Cliff aprende a se tornar um humano melhor como um robô do que como um ser humano envolto em um ambiente robótico, com carros e motores. Esta é sua jornada, então foi o bastante para mim”, concluiu.

O elenco da nova série da DC conta com Matt Bomer, Diane Guerrero, April Bowlby, Brendan Fraser, Timothy Dalton, Alan Tudyk, Joivan Wade, Andrea Andrade e Ashley Dougherty.

A produção é de Geoff Johns, Greg Berlanti e Sarah Schechter, em parceria com a Warner Bros Television.

Patrulha do Destino chega ao DC Universe em 15 de fevereiro.