A série The Walking Dead revelou no décimo primeiro episódio da 9ª temporada, o tão discutido estatuto escrito por Michonne (Danai Gurira) após a saída de Rick Grimes (Andrew Lincoln).

The Walking Dead | Vilão Beta, dos Sussuradores, chega em prévia do próximo episódio

De acordo com o site Comic Book, nesta segunda-feira, dia 25, o episódio começa com um flashback, mostrando que apesar de alguns desentendimentos, o estatuto que foi levado por Paul Rovia e Tara Chambler para o rei Ezekiel, visava unir ainda mais as comunidades.


Intitulada The Multi-Community Charter of Rights and Freedoms, ou seja, O Estatuto de Direitos e Liberdades das Comunidades, a carta começa com a seguinte mensagem positiva: “Juntos, nós fazemos esse mundo grande. O mundo é nosso e nos seguramos na fé um ao outro, todo o dia, concentrados em nosso grupo firmamos este acordo.”

O artigo 1 do estatuto lê-se: “Nós estamos juntos com a camaradagem dos vivos, sabendo o que acontece com os mortos. Nós acreditamos que temos o direito de viver, pelo maior tempo que pudermos.” Já no artigo 2 existe apenas esta mensagem: “os dias de fúria terminaram”, seguidos de: “O mundo é nosso novamente.”

O estatuto escrito por Michonne menciona todas as comunidades do Universo Walking Dead, a Alexandria, Kingdom, Oceanside, Hilltop, e o Santuário, mas ainda não conta com a assinatura de nenhum de seus representantes. O Rei Ezekiel mantém o acordo guardado, na esperança que as comunidades entrem em um acordo em comum de forma independente.

The Walking Dead está em exibição da segunda metade da 9ª temporada. Os novos episódios focam na ameaça dos Sussurradores.

No Brasil, a série é exibida de domingo para segunda, às 00h30, no FOX Premium 2, no FOX Channel e no App da FOX, para assinantes dos pacotes FOX+ e FOX Premium.

Confira, abaixo!