The Walking Dead é uma das séries de maior sucesso da FOX e o episódio Evolution, o último da série exibido no final de 2018, marcou a despedida do personagem Rick Grimes, interpretado por Andrew Lincoln.

Com a segunda parte da nona temporada que estreou em 10 de fevereiro de 2019, The Walking Dead cometeu um grande erro ao insistir em focar em Rick Grimes, que está fora da série. Vale lembrar que já fazem quatro episódios (e inúmeros anos – no universo da série) que Andrew Lincoln não atua mais como Rick Grimes.

The Walking Dead | Atriz fala sobre futuro de Lydia na série de TV


Apesar de um pulo de mais de seis anos, The Walking Dead ainda fala sobre Rick e continua a usá-lo em seus enredos. E muito. Por oito anos, Rick foi a série e isso não é algo fácil de preencher, mas o intuito do avanço cronológico da série foi feito, justamente, para impedir isso.

Se The Walking Dead queria que os personagens lembrassem e ficassem de luto por Rick, então eles não deveriam ter avançado seis anos no futuro e impedindo as reações mais imediatas dos outros personagens. A nona temporada de The Walking Dead fez esse pulo de tempo justamente depois do desaparecimento de Rick e ao invés de superarem essa perda, os sobreviventes continuam a manter Rick como parte do enredo. Impedindo qualquer chance de crescimento deles.

Vale lembrar que Andrew Lincoln vai participar dos filmes de The Walking Dead, e os telespectadores sabem, mas mantê-lo como um personagem principal após sua saída arruína qualquer chance de substitui-lo por outro grande ator. A trilogia dos filmes de The Walking Dead será separada da série e deve se manter assim, para criar novas dinâmicas e enredos para a série.

No final, não é sobre o legado de Rick e sim sobre os sobreviventes e o The Walking Dead tem uma chance real de avançar: basta se libertar do passado.

The Walking Dead retornou com a segunda metade da 9ª temporada no domingo (10). Os novos episódios focam na ameaça dos Sussurradores.

No Brasil, a série é exibida de domingo para segunda, às 00h30, no FOX Premium 2, no FOX Channel e no App da FOX, para assinantes dos pacotes FOX+ e FOX Premium.