CONTÉM SPOILERS!

O episódio final da terceira temporada de True Detective já foi ao ar, e o assassino foi revelado como sendo… Isabel Hoyt.

Acreditava-se originalmente que Brett Woodard foi responsável pelas mortes de Will e Julie em 1980, mas depois, em 1990, surgiram novas informações sugerindo que Woodard era inocente nesses crimes e que a própria Julie ainda estava viva. Mas em 2015, ninguém havia resolvido o caso – pelo menos não na sua totalidade – ou encontrado Julie. É claro, foi revelado no penúltimo episódio da terceira temporada que o ex-patrulheiro e atual chefe de segurança da Hoyt Foods, Harris James, foi cúmplice no caso Purcell, e agora, o público finalmente sabe quem foi o responsável por tudo.


Isabel Hoyt, filha de Edward Hoyt (fundador da Hoyt Foods), sofreu um colapso depois que o marido e a filha morreram. Então, um dia, em um evento da Hoyt Foods, ela viu Julie Purcell e pensou que Julie se parecia com sua falecida filha, Mary. Eventualmente, um acordo foi feito para permitir que Isabel passasse um tempo com Julie, o que levou Isabel a querer adotá-la. Então, quando Isabel estava se encontrando com Julie e Will na floresta (que é para onde eles estavam indo no dia do seu desaparecimento), Isabel tentou levá-la e Will não permitiu, levando assim a um cabo-de-guerra, que resultou em Will recuando e batendo a cabeça contra uma rocha.

Junius Watts, que foi descrito em toda a terceira temporada de True Detective como um homem negro com um olho branco, acabou deixando o corpo de Will na caverna na floresta, exatamente como o detetive Hays descobriu no início. Mas o fato é que Julie realmente ajudou Watts a esconder o corpo de seu irmão e, a partir de então, ficou em silêncio com Isabel ou Watts. Histórias sobre Isabel sendo sua mãe rolavam desde que Julie (que mais tarde acreditava que ela era Maria) tinha 10 anos de idade. Naquela época, Harris James, que havia ajudado a família Hoyt antes, enterrou a história pagando a mãe de Julie, Lucy, em 1980.

No final, a verdadeira razão para a morte de Will e o desaparecimento de Julie foi porque a filha de Edward Hoyt perdeu a filha, Mary, e ela queria que Julie fosse a substituta de Mary. Infelizmente, Will ficou no caminho. Claro, Julie depois escapou graças à ajuda de Watts (que traumatizou Isabel o suficiente para se matar), e enquanto o público foi levado a acreditar que ela morreu de HIV em 1995, descobriu-se que ela, na verdade, acabou vivendo uma vida normal com um garoto de sua infância e agora tem uma família própria.

Oscar 2019 | Mahershala Ali, de Green Book: O Guia, é o Melhor Ator Coadjuvante em cinema

O terceiro ano de True Detective, situado em Arkansas, segue a história de um crime macabro no coração de Ozarks, um mistério que se aprofunda ao longo de décadas e se desenrola em três diferentes períodos de tempo.

O elenco dessa terceira temporada traz Mahershala Ali, Deborah Ayorinde, John Charles Dickson, Stephen Dorff, Carmen Ejogo, Ray Fisher, Sarah Gadon e Michael Greyeyes

A terceira temporada de True Detective já chegou ao fim na HBO.