Em fevereiro, o Showtime anunciou que Otto Bathurst, de Black Mirror, estava assumindo a direção da futura série de Halo. Desde então, muitos se perguntaram o motivo de Rupert Wyatt deixar a produção.

Em entrevista ao Collider, o diretor explicou o motivo. Não houve atrito entre o cineasta e a emissora, apenas uma decisão criativa, que partiu do próprio Rupert Wyatt.

“Eu me envolvi, eu sabia pouco, assim como eu sabia quando entrei em Planeta dos Macacos – e eu entrei na literatura e comecei a ver o quão incrível era a mitologia e a profundidade da história, e tudo isso ficou para mim”, declarou o escritor.


Por conta da história interessante, Rupert Wyatt disse que “ficou claro” que ele precisaria de anos para desenvolver a série. O diretor acredita não ter esse tempo disponível em sua carreira.

Halo | Série começará a ser gravada em junho

“Teve uma escolha feita pelo Showtime que ele começou a acelerar as coisas, e se eu ficasse como showrunner, eu ficaria ainda mais dois ou três anos no projeto, mas como diretor de um número finito de episódios, há coisas que eu quero fazer. Então eu fiquei triste por sair, mas não estava mais na perspectiva que eu assinei para trabalhar”, explicou Rupert Wyatt.

O canal Showtime encomendou dez episódios da série. Kylle Killen atuará como showrunner, além de escrever o roteiro de todos os episódios.

Halo acompanha a guerra entre a humanidade e o Covenant, um conjunto de raças alienígenas que busca antigos artefatos, os Halos, que, na realidade, são armas de destruição em massa. A franquia foi inaugurada através de Halo: Combat Evolved, no primeiro Xbox.

Ainda não há previsão de estreia.