A co-showrunner da série One Day at a Time, Gloria Calderon deu uma entrevista exclusiva ao site The Hollywood Reporter nesta quarta-feira, dia 6.

One Day at a Time | Atriz diz que é muito importante interpretar uma personagem LGBTQ+ na série

Nele, Gloria falou sobre a importância de representação LGBTQI+ entre os roteiristas da série e um caso de xenofobia que seu irmão enfrentou e fez parte integrante do programa.


No episódio em questão que é exibido na segunda temporada, Alex (Marcel Ruiz) escuta que “precisa voltar para o México” por um valentão, um caso similar que o irmão de Gloria enfrentou.

Ela explica: “Isso foi baseado em uma ligação que recebi do meu irmão. Ele é bem mais escuro do que eu e ele estava em San Diego com os filhos e alguém mandou ele voltar para o México. E eu fiquei: ‘Como assim?”

“Então na sala dos roteiristas, falamos sobre questões de cor de pele e achamos que deveríamos fazer um episódio sobre isso. Isso não é algo muito discutido na comunidade latina e se tornou um dos nossos episódios mais populares.”

A série conta a história de uma mulher recentemente divorciada que cuida dos dois filhos jovens com a ajuda da mãe. Na nova adaptação da Netflix, a família protagonista é de origem cubana, e o gênero de uma das filhas também foi trocado.

Rita Moreno, Justina Machado (Queen of the South), Isabella Gomez (Matador), Todd Grinnell (Grace and Frankie) e o estreante Marcel Ruiz formam o elenco de One Day at a Time.

A 3ª temporada da série já está na Netflix.