Assédio, nova minissérie da Globo, estreia nesta sexta-feira (3) e será apresentada sem cortes, mesmo contendo cenas de estupro.

A série já foi disponibilizada no Globoplay – serviço de streaming da emissora – e agora chega à TV aberta.

João Mesquista, diretor geral do Globoplay, falou sobre a diferença na programação da TV e do streaming em apresentação no Rio2C.


“Às vezes, os nossos produtos vão ter versões diferentes. No Globoplay, pode ter mais violência, mais sexo, porque não precisa respeitar nenhuma limitação de horário. Depois, quando for passar na TV aberta, muda tudo. Assédio é um bom exemplo, vai ao ar completamente reeditada, porque não pode passar uma série de cenas que estavam disponíveis no Globoplay”, disse o diretor.

A diretora da minissérie, Amora Mautner, chegou a ser questionada sobre possíveis cortes em assédio.

“Por enquanto, não. Até agora, não me pediram nada”, disse a diretora.

Assédio estreia na Globo no dia 3 de maio de 2019.