Cuidado! Contém SPOILERS de Orange is the New Black!

Orange is the New Black deu aos fãs da comédia um final emocionante de série. No entanto, ele poderia ter sido bem diferente.

A criadora Jenji Kohan contou para Vanity Fair que poderia ter dado um fim inspirado na vida real para a série. Como se sabe, a comédia é baseada no livro Orange is the New Black: My Year in a Women’s Prison (Orange is the New Black: Meu ano em uma prisão para mulheres, em tradução), de Piper Kerman.


Uma das ideias era de ter Piper deixando a prisão e escrevendo o livro. O final de Orange is the New Black seria a protagonista dando a ideia para a série, que logo se tornaria um sucesso.

“Eu mencionei isso para minha filha de 13 anos, ela disse, ‘Não, você não pode terminar assim'”, contou a criadora.

A produtora executiva Tara Herrmann ainda completou o pensamento da filha de Kohan: “Teria tirado de nós a chance de fazer a série importante e sensível que queríamos entregar”.

A sétima e última temporada de Orange is the New Black está disponível na Netflix.