Os chefes de Game of Thrones, Dan Weiss e David Benioff, sempre gostaram de brincar com os atores da série. Mais uma dessas pegadinhas foi revelada.

Alfie Allen, o Theon Greyjoy da série, participou do programa de James Corden e contou como foi enganado. O ator recebeu um roteiro falso ainda na segunda temporada.

O script tinha a morte do seu personagem. Mas, ao que parece, Allen lidou bem com isso. Tão bem que saiu de férias achando que não estava mais na série.


“O roteiro foi dado para mim e eu dava esse discurso empolgante. No final, Bran apareceria de algum lugar e me esfaquearia no peito, dizendo, ‘Essa é minha Winterfell, não sua’. Então, eu aceitei e segui em frente. Eu acho que se passaram três semanas e eu já tinha encerrado minhas gravações. As pessoas começaram a falar para eles que como eles me deram esse script falso com um final falso, eles deveriam me contar, porque eu não tinha dito nada, porque sou um cara legal”, contou o ator.

A produção, porém, começou a se preocupar. Os profissionais achavam que Allen poderia cortar o cabelo ou mudar a aparência.

“Eles começaram a falar para eles, ‘Vocês deveriam falar com ele porque ele pode estar tirando todo cabelo’. Mas, eu não estava, estava apenas pegando sol”, concluiu Allen.

O ator relembrou que os showrunners fizeram uma brincadeira parecida com Kit Harington. No roteiro falso de Jon Snow, o personagem teria a cabeça queimada por caminhantes brancos.

“Ele achava que iria ter que usar uma touca para ficar careca pelo restante da série”, afirmou Allen.

As oito temporadas de Game of Thrones estão disponíveis na HBO Go.