Cuidado! Contém SPOILERS sobre Mindhunter!

Mindhunter se passa entre o final da década de 70 e o início da década de 80. Baseada em fatos reais, a série, por vezes, traz referências populares da época. 

Na segunda temporada, os espectadores percebem que o terror O Exorcista, clássico de 1973, é bastante citado. A série faz uma conexão com o filme, já que um dos assassinos entrevistados relembra a produção. 


David Berkowitz (Oliver Cooper), conhecido como o Filho de Sam, garante ter matado seis pessoas por causa de vozes da sua cabeça influenciadas por um cão possuído pelo demônio. O criminoso admite na série que inventou a história, usando O Exorcista e livros sobre possessão como inspiração. 

“Eu era controlado por um demônio de 3 mil anos. As pessoas precisam saber que os demônios são reais. O Exorcista é baseado em uma história real”, diz o assassino antes de confessar que inventou o seu motivo para os crimes. 

No entanto, a segunda temporada de Mindhunter tem uma conexão ainda mais sombria com O Exorcista. A entrevista do Filho de Sam serve como introdução para a aparição do serial killer Paul Bateson (Morgan Kelly). 

Na vida real, Bateson foi condenado após assassinar o jornalista Addison Verrill, em 1979. O criminoso era um técnico de radiologia. Mas, anos antes, em 1973, aparece como o assistente de radiologia que ajuda a criar um angiograma bem realista em O Exorcista, em uma das cenas mais perturbadoras do clássico. 

Relembre a cena abaixo. 

Bateson foi preso ao confessar o seu crime para o jornalista Arthur Bell. O criminoso afirmou na época que matou Verrill “porque a relação não foi recíproca”. 

O elenco de Mindhunter conta com Jonathan Groff, Holt McCallany, Anna Torv, Joe Tuttle, Albert Jones, Stacey Roca, Michael Cerveris, Lauren Glazier e Sierra McClain. Na segunda temporada, Damon Herriman se junta como Charles Manson.

A direção conta com nomes como David Fincher, Andrew Dominik e Carl Franklin.

A segunda temporada de Mindhunter está disponível na Netflix.