Cuidado! Pode conter SPOILERS de La Casa de Papel!

Berlim é um dos principais personagens de La Casa de Papel. Após atitudes polêmicas, terminou morto ao final da Parte 2.

No entanto, por conta de sua popularidade, retornou para Parte 3. Nos novos episódios, o assaltante aparece em flashbacks.


Mesmo assim, para a rádio Radionica, da Colômbia, Pedro Alonso, intérprete de Berlim, contou que decidiu tomar uma decisão quando soube que o personagem tinha a miopatia de Helmer, uma doença degenerativa, e que morreria na série.

Alonso visitou um grupo de pessoas que encaram a doença na vida real. La Casa de Papel, que proporcionou esse encontro, mudou a vida do ator.

“Eu perguntei: ‘Depois de tudo o que você passou, o que mais valeu para você?’ E ele respondeu: ‘Estar aqui com você’. Então, eu entendi tudo”, declarou o famoso.

Na mesma entrevista, Alonso revelou algumas inspirações para criação de Berlim. O México foi uma delas.

“Desde o primeiro momento em que li o personagem, disse que era um menino mau. Eu estava muito interessado na cultura do xamã. Todo o personagem Berlim provavelmente é uma cerimônia”, contou Alonso.

A Parte 3 de La Casa de Papel já está disponível na Netflix. A série está também renovada para Parte 4, que ainda não tem previsão de estreia.