O documentário polêmico sobre Michael Jackson, Leaving Neverland, foi destaque no Creative Arts Emmy, a primeira parte da premiação em 2019. Essa cerimônia do evento é voltada para categorias de documentários, realities shows e técnicas.

Leaving Neverland conquistou a principal categoria da noite, de Melhor Documentário ou Especial de Não-Ficção. O documentário foca em dois jovens que se dizem vítimas de abusos sexuais cometidos por Michael Jackson, em acusações que a justiça já inocentou o astro.

Do outro lado, o documentário Homecoming, sobre Beyoncé, não ganhou nenhum prêmio. A obra recebeu seis indicações ao Emmy 2019. Entre os programas de TV, Queer Eye, da Netflix, e RuPaul’s Drag Race voltaram a receber importantes prêmios em suas categorias.


Confira abaixo os principais vencedores do Creative Arts Emmy. Mais vencedores serão revelados neste domingo, 15, e na cerimônia principal, realizada no dia 22 de setembro.

Melhor Documentário ou Especial de Não-Ficção: Leaving Neverland
Melhor Reality Sem Estrutura Formal: United States of America with W. Kamau Bell
Melhor Reality Show: Queer Eye
Melhor Programa de Reality ou Competição: RuPaul, RuPaul’s Drag Race
Melhor Dublador: Seth MacFarlane
Melhor Especial de Variedades (Pré-gravado): Carpool Karaoke: Quando James Corden encontrou Paul McCartney no show de Liverpool
Melhor Especial de Variedades (ao vivo): Live in front of studio audience: Toda família de Norman Lear e os Jeffersons
Melhor Animação: Os Simpsons
Melhor Elenco de Reality Show: Queer Eye
Melhor figurino em Programa de Variedades, Reality ou Competição: RuPaul’s Drag Race
Melhor Série Documental ou de Não-Ficção: Nosso Planeta
Melhor Série Informal ou Especial: Anthony Bourdain Parts Unknown
Mérito Excepcional em Filmagem de Documentário: A Juíza e The Sentence