Cuidado! Contém SPOILERS de Chicago Med!

Antes do final da quarta temporada de Chicago Med os fãs receberam uma notícia chocante. Colin Donnell e Norma Kuhling estavam deixando a série.

Os fãs acreditavam que não veriam mais nenhum dos atores na quinta temporada. Tudo mudou quando foi anunciado que Donnell voltaria para concluir a sua história na estreia do quinto ano.


As surpresas não pararam por aí. Kuhling também reapareceu no capítulo Never Going Back To Normal. A dupla continuou nas investigações da morte do pai de Connor, personagem de Donnell.

Kevin Atwater, de Chicago P.D., também esteve envolvido na ação. O detetive chegou até a colocar Connor como um dos suspeitos.

No entanto, o Dr. Latham avisou que uma contaminação na insulina entregaria a identidade do verdadeiro assassino. Foi quando Ava, personagem de Kuhling, se entregou. A personagem não aguentou a culpa e suicidou-se após explicar o que tinha feito.

Com a reviravolta chocante, Connor teve que deixar a cidade para seguir em frente.

“Havia um sentimento geral que a história de Connor estava chegando ao fim. Era difícil continuar aumentando. Dick Wolf gosta de colocar novos personagens e manter as séries vivas. Foi isso que ajudou na decisão. Todos amam Colin e Norma, mas era o sentimento de, ‘Vamos fazer algumas mudanças’. Foi isso que nos deu um desfecho satisfatório”, garantiu o showrunner Andrew Schneider.

“Nós falamos sobre o final dessas histórias ainda no ano passado e o que tínhamos que fazer nessa estreia era acelerar. A partir do momento em que Ava tem esse transtorno de personalidade, ela estava fazendo coisas terríveis. Nós sabíamos que ela não teria um bom final”, completou a chefe Diane Frolov.

A quinta temporada de Chicago Med está em exibição nos EUA.