Outlander nunca foi uma série que fugiu de cenas de sexo. Na primeira temporada, Jamie Fraser (Sam Heughan) e Claire (Caitriona Balfe) tiveram vários momentos íntimos.

Ao mesmo tempo, Claire também foi vista com Frank Randall (Tobias Menzies). O objetivo era mostrar a sexualidade da protagonista e depois a sua escolha de ficar com Jamie.

Diana Gabaldon, escritora dos livros que inspiram a série, já comentou em 2016 sobre o assunto. A declaração foi feita ao Express, do Reino Unido.


“É importante por vários motivos. O primeiro é que o casamento deles é forçado. Eles nunca tiveram a intenção de casar. Ela não queria. Jamie casou porque queria dormir com ela e também queria protegê-la. Mas, a atração sexual entre os dois é uma cola muito forte que os prende em tempos difíceis”, explicou a escritora.

Até a terceira temporada, a série manteve esse ritmo quente. Tudo mudou quando o casal foi separado por 20 anos, com Claire retornando ao futuro para criar Brianna (Sophie Skelton) com Frank.

Na quarta temporada, o drama foi substituído por uma ação maior. A produtora executiva Marl Davies até revelou que cenas de sexo foram cortadas para que a trama tivesse mais espaço. A profissional explicou a situação em entrevista para revista Glamour.

“Eu acho que toda temporada é diferente. Essa temporada foi para introduzir mais personagens e havia muito para atualizar. Nós sempre falamos sobre cenas de sexo, amamos elas, mas elas devem ser orgânicas para história. Eu antecipo que a próxima temporada pode ter um pouco mais”, declarou a profissional.

Davies ainda afirmou que as novas temporadas “não podem recriar” a primeira, por mais que tenha sido especial para os espectadores.

A quinta temporada chega em 16 de fevereiro de 2020 no canal STARZ, dos EUA.