ALERTA DE SPOILERS

Game of Thrones se tornou uma das séries de TV de maior sucesso da história, sendo aclamada tanto pelo público quanto pela crítica.

A última temporada, no entanto, foi um balde de água fria nos fãs que aguardavam ansiosamente pelo desfecho.


De longe a pior da série, a temporada apressou demais o desenvolvimento das principais tramas, estragando toda a construção que vinha sendo feita.

Agora, o que deixa os fãs ainda mais tristes, é que várias cenas deletadas poderiam ter melhorado muito o desfecho de Daenerys.

Os roteiros completos da temporada final de Game of Thrones estão disponíveis para leitura na biblioteca da Writers Guild Foundation em Los Angeles, e o site Insider revelou vários pontos importantes que foram escritos.

No episódio 4, intitulado “The Last of the Starks”, Grey Worm e Missandei deveriam ter um tempo adicional na tela enfatizando seu caso amoroso e, por sua vez, deixariam Khaleesi ainda mais isolada.

Isso teria sido mais proeminente durante a celebração de Winterfell após a vitória contra o Rei da Noite, onde Daenerys se sentiria sozinha vendo seus dois aliados mais próximos loucamente apaixonados, enquanto seu próprio amante, Jon, parecia alheio a seus problemas.

Outro momento crítico excluído veio mais tarde no mesmo episódio, quando Jon e Daenerys supostamente discutiram mais sobre o conflito entre eles em termos de suas respectivas reivindicações ao trono, bem como uma conversa mais elaborada sobre seu relacionamento incestuoso.

A Mãe dos Dragões perguntou ao seu amante o que ele acha que aconteceria se Sansa e o resto de seus irmãos descobrissem sua verdadeira identidade.

Como no episódio, eles se beijam, mas o script revela que, antes que Daenerys declarasse que ela governaria com medo, ela verbalizaria os verdadeiros sentimentos de Jon sobre o relacionamento deles – “isso te dá nojo”, ela teria dito.

É importante notar que, embora a 8ª temporada de Game of Thrones tenha apenas seis episódios, os últimos quatro duraram 80 minutos.

Esses episódios estendidos deveriam compensar o ano final abreviado. A omissão das cenas mencionadas impulsiona ainda mais as críticas de muitos fãs.

Game of Thrones foi ao ar entre 2011 e 2019, contando ao todo com 8 temporadas que foram exibidas pela HBO.