SPOILERS DA 15ª TEMPORADA DE SUPERNATURAL

Apesar de Game of Thrones ser uma das séries mais aclamadas da história, a última temporada foi um balde de água fria nos fãs que aguardavam ansiosamente pelo desfecho.

De longe a pior da série, a temporada apressou demais o desenvolvimento das principais tramas, estragando toda a construção que vinha sendo feita.


A 15ª temporada de Supernatural trouxe em seu mais recente episódio um diálogo que pode ser considerado um tanto quanto irônico sobre esse final de Game of Thrones.

Em um momento onde Deus está conversando com sua irmã, Amara, ele diz ter achado o fim da série “muito bom”.

Pelo menos superficialmente, este parece ser um elogio, mas quando vamos mais a fundo, descobrimos a ironia.

Quem acompanha o desenvolvimento do Todo-Poderoso em Supernatural, sabe que sua principal motivação é escrever histórias e com isso, tem manipulado a vida de Sam e Dean para se divertir.

Talvez a lembrança mais condenatória seja a carreira de Deus sob o pseudônimo de Chuck Shurley.

Antes de se revelar como o criador de todas as coisas, Chuck nada mais era do que um escritor que transformou as aventuras dos irmãos em romances.

Embora os livros reúnam um grupo de seguidores decente, eles não são best-sellers e geralmente são considerados péssimas ficções no mundo de Supernatural.

Como Chuck / Deus é frequentemente retratado como o tipo de escritor que falhou, sua aclamação pela temporada final de Game of Thrones provavelmente se trata de uma ironia dos criadores da série.

A 15ª temporada de Supernatural já está em exibição nos EUA. No Brasil, a série é transmitida pelo canal Warner.