Reed Hastings, o CEO da Netflix, está confiante na chamada guerra do streaming. A partir de 12 de novembro nos EUA, a plataforma de streaming recebe a Disney+ no mesmo segmento.

As duas plataformas prometem aumentar a disputa no streaming, que viu a Apple TV+ chegar em 1° de novembro e que já contava antes com Hulu e Amazon Prime Video. Mesmo assim, Hastings está despreocupado.

O chefe da Netflix revelou em conferência do New York Times que até já assinou o Disney+. Além disso, revelou como ganhará a guerra do streaming.


Para Hastings, o número de assinantes não é o principal nessa disputa. O que importa é o tempo em que o usuário gasta na plataforma.

“O tempo será a verdadeira competição. Você vai ouvir coisas sobre assinantes mas você não pode simplesmente agrupar algumas coisas então isso não será relevante. A verdadeira medida será o tempo – como os consumidores gastam a sua tarde? Qual mix de coisas eles acabam assistindo?”, declarou o CEO da plataforma.

O CEO adicionou até um outro concorrente nessa guerra. Hastings não ignora os canais pagos da TV.

“Quando você pensa, ‘Eu vejo TV, Youtube ou Netflix?’, eu quero que você coloque na Netflix”, finalizou Hastings.

Por fim, o chefe do serviço ainda aproveitou para elogiar a concorrência.

Disney é aquela que temos muito a aprender sobre entretenimento. Eles têm ótimas séries”, observou Hastings.

No Brasil, o Disney+ chega apenas no segundo semestre de 2020.